Motoristas de ônibus e caminhoneiros viram prioridade em vacinação contra gripe

Campanha tem abrangência nacional. Foto: Divulgação.

Segunda fase da campanha tem início em 16 de abril

JESSICA MARQUES

O Ministério da Saúde incluiu caminhoneiros, motoristas de ônibus e trabalhadores portuários na segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. O período começa no dia 16 de abril de 2020.

A partir desta data, as três categorias se juntam ao grupo prioritário, que também contempla doentes crônicos e profissionais das forças de segurança e salvamento.

O anúncio da inclusão dos caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários foi feito na última segunda-feira, 30 de março de 2020, pelos ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Com essa alteração, os professores passam a integrar o grupo prioritário da terceira fase, pois as aulas estão suspensas. Os profissionais que atuam com transporte continuam atuando, por ser um serviço essencial.

“Como todas as escolas estão com as atividades paralisadas, optamos por priorizar na próxima fase da campanha aqueles profissionais que atuam nos portos, no transporte de cargas, motoristas de transporte coletivo, expostos diariamente porque estão na linha de frente, prestando serviços essenciais”, afirmou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

A meta da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos, até o dia 22 de maio.

O dia “D” de mobilização nacional para a vacinação acontece no sábado, dia 9 de maio, segundo o Ministério da Saúde.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Mateus Santana Ferreira disse:

    MOTORISTAS DE ÔNIBUS E CAMINHÃO SÃO PRIORIDADES??
    AI EU PERGUNTO O QUE É UM COBRADOR DE ÔNIBUS ENTÃO?? UM ZÉ NINGUÉM??

Deixe uma resposta