Belo Horizonte vai barrar ônibus de Lagoa Santa a partir de segunda-feira

Publicado em: 3 de abril de 2020

Governador mostrou-se contra a decisão. Foto: Divulgação.

Justificativa do prefeito Alexandre Kalil é quebra de quarentena

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Belo Horizonte, em Minas Gerais, vai barrar ônibus vindos de Lagoa Santa. A medida entra em vigor a partir de segunda-feira, 06 de abril de 2020.

A justificativa do prefeito Alexandre Kalil para barrar ônibus vindos de Lagoa Santa na capital mineira é a quebra de quarentena.

Segundo Kalil, um decreto municipal permitiu o funcionamento do comércio e da indústria em Lagoa Santa, que fica na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A medida foi considerada inadequada, por conta da pandemia do novo coronavírus. Desta forma, o transporte coletivo não poderá entrar em Belo Horizonte vindo deste município.

Por meio do Twitter, o governador Romeu Zema se posicionou a respeito da decisão.

“Conversei agora com o prefeito de BH, Alexandre Kalil. Ele contou sobre o plano de promover barreiras sanitárias em acessos à capital. Lembrei que a cidade é rota para escoamento de produtos essenciais. Ele se comprometeu a manter os acessos abertos. Além do impacto para o Estado, temos de lembrar que muitos profissionais, especialmente da saúde, moram na capital e trabalham na RMBH. A capital abastece e é de todos os mineiros. Por isso mesmo, pedi a ele um plano logístico, que ele se comprometeu conduzir com muita cautela”, publicou na rede social.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta