Coronavírus: Marcopolo na China deve retomar produção integral no dia 17 de março

Publicado em: 12 de março de 2020

Empresa não contabolizou ainda impactos financeiros

Entregas de planta de empresa brasileira localizada em território chinês devem atrasar em cerca de dois meses. Produção foi totalmente suspensa entre 25 de janeiro e 01º de março

ADAMO BAZANI

A unidade da fabricante brasileira de carrocerias de ônibus Marcopolo localizada em Changzhou, na China, deve retomar a produção integralmente na próxima terça-feira, 17 de março de 2020.

A informação foi confirmada ao Diário do Transporte pela assessoria de imprensa da fabricante.

As atividades ficaram totalmente paralisadas entre 25 de janeiro e 01º de março de 2020 por causa inicialmente das comemorações do Ano Novo Chinês.

Segundo a empresa, os trabalhadores deveriam retornar ao serviço em 09 de fevereiro, mas por causa da recomendação do governo chinês diante dos casos do Covid19, o novo coronavírus, somente no dia 02 de março uma parte dos funcionários voltou a trabalhar.

Apenas no próximo dia 17, todos os 200 empregados estarão em atividade plena, prevê a fabricante que lidera o mercado de carrocerias de ônibus no Brasil e é de capital aberto, com ações negociadas em bolsa de valores.

A empresa ainda informou que todos os trabalhadores que atuam na planta são chineses.

As entregas dos ônibus devem atrasar cerca de dois meses.

Segundo a Marcopolo, a cadeia produtiva dos ônibus na China está com fornecedores normalizando a fabricação e entrega de peças e equipamentos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta