Scania ‘transforma’ ônibus e caminhões em árvores e cria uma floresta

Em 2019, a Scania plantou 17,5 mil mudas e o Scania Banco outras 4,5 mil. Foto: Jessica Marques.

Parceria com Fundação SOS Mata Atlântica estabelece que a cada item vendido pela fabricante, uma muda deve ser plantada

JESSICA MARQUES

A Scania, em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica, está “transformando” ônibus, caminhões e outros produtos vendidos em árvores. A ideia já resultou em uma floresta, literalmente.

O acordo entre a fabricante e a fundação consiste em plantar uma muda de árvore a cada caminhão, ônibus, motor, financiamento ou cota de consórcio vendido.

A iniciativa teve início em 2018 e, até o final deste ano, serão plantadas cerca de 75 mil mudas no total, o equivalente a 36 campos de futebol.

As árvores estão localizadas na “Floresta Scania”, que fica nas margens da rodovia Dutra em frente ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, no interior paulista.

Um dos principais objetivos da parceria é realizar a compensação de CO2. Segundo informações da Fundação SOS Mata Atlântica, até o final do ano, será possível compensar 12,3 mil toneladas no total.

RESULTADOS

Em 2018, a “Floresta Scania” recebeu 18 mil mudas, relativas a 15 mil produtos vendidos e 3 mil financiamentos do Scania Banco. Uma compensação de 3 mil toneladas de CO2.

Em 2019, a Scania plantou 17,5 mil mudas e o Scania Banco outras 4,5 mil. E, vieram boas notícias com mais três reforços. Por parte da Scania, a entrada do Consórcio Scania (3 mil) e da Assobrasc (Associação das concessionárias da marca), com mais 3,3 mil árvores. O total chegou a 28,3 mil mudas.

A forma de contabilizar a compensação foi definida em duas frentes, conforme informado pela Scania: pela quantidade de caminhões, ônibus e motores industriais, marítimos e para grupos geradores de energia vendidos (na parte de produtos) e pelo número de financiamentos e cotas de consórcio vendidos (braços financeiros) em um ano.

O projeto também encantou um cliente ao longo dos anos de realização, conforme detalhado pelo vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil, Roberto Barral.

“A TransMaroni, um cliente muito especial da Scania, conheceu a parceria, se encantou e passou a colaborar. Em 2019, eles plantaram 4,2 mil mudas para compensar o CO2 de parte de suas operações. É uma jornada que vai ganhar mais componentes ao longo dos anos”, detalhou.

Até o momento, está no planejamento para 2020 o plantio de quase 25 mil mudas, divididas em 15,3 mil alusivas aos produtos vendidos, 5.100 via financiamentos do Scania Banco e 2,8 mil de cotas de consórcio.

SOS MATA ATLÂNTICA

ca2e1b18-1d19-4b39-b74b-c7f0bb9b868c

Antes de serem plantadas, mudas passam por tratamento especial. Foto: Jessica Marques.

O Diário do Transporte, a convite da Scania, teve a oportunidade de conhecer todo o processo de recuperação da Mata Atlântica feito pela fundação.

A SOS Mata Atlântica realiza diversos estudos e identifica a melhor forma de “replantar” uma floresta. Para isso, são determinadas as espécies de flora que viviam em um local antes de ser desmatado, em seguida, são plantadas mudas o mais semelhante possível com as árvores que estavam naquele ambiente no passado.

Entretanto, o processo não é tão simples como parece. As sementes são colhidas e armazenadas por meio de técnicas especiais. O plantio também é feito por meio de processos específicos.

As mudas, por exemplo, são colocadas em espaços protegidos com telas e, depois de um tempo, são expostas às condições climáticas para ganharem “resistência” suficiente para sobreviver na floresta.

“A Fundação SOS Mata Atlântica é uma ONG ambiental brasileira. Atua na promoção de políticas públicas para a conservação da Mata Atlântica por meio do monitoramento do bioma, produção de estudos, projetos demonstrativos, diálogo com setores públicos e privados, aprimoramento da legislação ambiental, comunicação e engajamento da sociedade em prol da recuperação da floresta, da valorização dos parques e reservas, de água limpa e da proteção do mar”, informa a fundação.

“Os projetos e campanhas da ONG dependem da ajuda de pessoas e empresas para continuar a existir. Saiba como você pode ajudar em www.sosma.org.br.”

OUTRAS MEDIDAS

A parceria com a SOS Mata Atlântica não é a única medida adotada pela Scania em prol do meio ambiente. Recentemente, a fabricante lançou produtos que contribuem com a redução da emissão de poluentes e garante eficiência energética.

É da Scania o primeiro caminhão movido a GNV (Gás Natural Veicular) e/ou biometano que circula pelo Nordeste brasileiro. O R 410 6×2 da marca já chegou em solo pernambucano.

A Solar Coca-Cola, segunda maior fabricante do Sistema Coca-Cola no Brasil, e o Grupo HCL estão junto com a Scania na missão de levar o gás como combustível alternativo ao diesel.

Em ônibus, o cenário não é diferente. A Scania tem novidades para 2020: a venda de ônibus movidos a GNV para o mercado urbano e rodoviário.

Relembre: Scania prevê início das vendas de ônibus movido a GNV para segundo semestre de 2020

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. JOSE LUIZ VILLAR COEDO disse:

    Excelente! Numa das principais Estradas Federais do Brasil e junto a Casa Santa de Nossa Mãezinha! Parabéns SCANIA!

  2. Raphael disse:

    Uma ideia interessante seria parcerias tecnicas com encarroçadoras e fabricantes de motores elétricos e baterias para oferecer trólebus a um preço justo e que garantisse manutenção sem dificuldades. Com a mesma parceria com a SOS Mata Atlântica seria um belo projeto de sustentabilidade.

  3. João Carlos Ros Martinez disse:

    Sempre tem uma troca .quem quer doar doa parabéns a Scania pela iniciativa .a venda de um caminhão no Brazil hoje e uma festa para a loja msm assim dou parabéns pela iniciativa

  4. narlon braga disse:

    Deveria ser um mantra para todas as empresas da area automobilistica, assim como petróleo e química. Eu tento fazer a minha parte com 7 árvores plantadas, mas poderia ser mais porque outras pessoas cortam e não dão continuidade às árvores.

  5. Thomaz Yamada disse:

    Parabéns à Scania e à Fundação SOS Mata Atlântica por esta iniciativa. Iniciativas de sucesso, que mesmo pouco divulgadas, trazem muito mais benefícios do que discursos vazios de ódio ou ações políticas desconcertadas. Lembrando que a Sustentabilidade, em geral, tem sucesso quando há equilíbrio entre os interesses sociais, econômicos e ambientais.

  6. Adilson Ferreira deMorais disse:

    É ppr isso que é meu sonho trabalha nesta empresa top de linha

Deixe uma resposta