VW Caminhões e Ônibus anuncia investimento de R$ 8 milhões em Centro de Distribuição de Peças

Publicado em: 3 de fevereiro de 2020

Operação em Vinhedo (SP) deve alcançar área de 36 mil metros quadrados até 2022

JESSICA MARQUES

A VW Caminhões e Ônibus anunciou nesta segunda-feira, 03 de fevereiro de 2020, um novo ciclo de investimentos no Centro de Distribuição de Peças de Vinhedo, no interior paulista.

Segundo a fabricante, até 2022 o aporte alcançará R$ 8 milhões, aplicados na ampliação da área em mais quatro mil metros quadrados, passando assim dos atuais 32 mil m² para 36 mil m², além de novos processos para avançar ainda mais em eficiência logística.

O ciclo de investimento anterior, de R$ 6 milhões, foi totalmente aportado de 2014 até o final de 2019, também conforme informado pela VWCO, por meio de nota.

“Realizamos um aprimoramento constante das operações do centro logístico. No ciclo anterior, modernizamos equipamentos e processos. Agora o objetivo é crescer e avançar ainda mais na excelência no atendimento aos clientes dos veículos MAN e VW. Os resultados são peças com o melhor custo-benefício e que chegam rapidamente aos mais distantes pontos de vendas, seja no Brasil ou no exterior ”, afirmou o presidente e CEO da VW Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes.

O setor de Peças e Acessórios é responsável por enviar e comercializar peças e componentes de reposição para abastecer a rede de mais de 150 concessionárias em todo o Brasil, além dos cerca de 30 países para os quais a empresa exporta seus veículos. Anualmente, mais de 4 milhões de peças são embaladas, de 32 mil itens disponíveis.

“Antes de chegar a cada uma das concessionárias da VW Caminhões e Ônibus, cada componente de reposição segue um percurso estrategicamente estabelecido, que garante que a peça esteja no lugar e tempo certo para os veículos VW e MAN. E a viagem começa justamente no Centro de Distribuição de Peças do Grupo Volkswagen em Vinhedo (SP), considerado um dos maiores do setor na América Latina: são 132 mil m² de área dedicada à armazenagem de componentes, sendo 32 mil m² exclusivos das marcas VW Caminhões e Ônibus e MAN”, informou a VWCO, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta