Integração no Terminal de Recife passa a ser feita pela porta da frente dos ônibus

Publicado em: 20 de janeiro de 2020

Segundo o Grande Recife Consórcio de Transporte, passageiro deve usar cartão e girar a catraca

JESSICA MARQUES

O acesso aos ônibus do Terminal Integrado Recife, que fica no bairro de São José, próximo ao centro da capital, passou a ser feito exclusivamente pela porta dianteira dos coletivos.

Desta forma, para ter acesso à integração tarifária, os passageiros que desembarcam da estação de metrô em direção ao Terminal devem girar a catraca e utilizar o Cartão VEM.

Segundo informações do Consórcio Grande Recife, os coletivos passaram a contar com duas catracas para agilizar o embarque. A mudança entrou em vigor no sábado, 18 de janeiro de 2020.

Ao todo, cinco linhas operam no TI: 101 – Circular (Conde da Boa Vista/Rua do Sol), 104 – Circular (Imip), 107 – Circular (Cagubá/Prefeitura), 116 – Circular (Príncipe) e 117 – Circular (Prefeitura/Cagubá).

“Os passageiros estão sendo informados por cartazes nas linhas, além de orientadores que, nestes primeiros dias de mudança, estão no TI Recife para ajudar.”

O Grande Recife informou ainda que não há alterações no sentido ônibus-metrô. O usuário deve sair por um conjunto de catracas na lateral do terminal e passar o cartão VEM na catraca do metrô.

Integração temporal

O TI Recife é um dos sete Terminais Integrados da Região Metropolitana do Recife que operam por meio da integração temporal.

Contudo, diferentemente dos outros, a bilhetagem antecipada ocorre na linha de bloqueio entre o metrô e o TI. Com a mudança, deve ocorrer dentro do ônibus e, no lugar dos validadores da linha de bloqueio, foram instaladas novas catracas que funcionam apenas no sentido metrô-ônibus.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta