Idoso acima de 65 anos terá que utilizar cartão para obter gratuidade em ônibus do Grande Recife Consórcio

Publicado em: 16 de janeiro de 2020

Cartão VEM Idoso pode ser solicitado gratuitamente. Foto: Grande Recife Consórcio/Divulgação.

VEM Idoso começou a ser emitido nesta semana

JESSICA MARQUES

Apesar de a gratuidade para pessoas com 65 anos ou mais ser um direito constitucional no transporte coletivo, os idosos com esta idade terão que utilizar um cartão para obter gratuidade em ônibus do Grande Recife Consórcio, na Região Metropolitana da capital pernambucana.

O cartão VEM Idoso começou a ser emitido nesta terça-feira, 14 de janeiro de 2020, e vai substituir a apresentação do documento de identidade com foto para garantir a entrada dos passageiros com 65 anos ou mais nos ônibus operados pelo Grande Recife Consórcio de Transporte.

Ao contrário do que ocorre com o RG, que concede gratuidade ilimitada ao idoso, o cartão terá um limite de oito viagens por dia com o bilhete eletrônico.

Contudo, o Consórcio Grande Recife garantiu que, se houver algum problema na validação da passagem, o documento de identidade com foto deverá ser aceito para validar a passagem grátis.

O cartão VEM Idoso terá uma foto do passageiro com direito à gratuidade, portanto, ao passar pela catraca, será feita uma validação biométrica e facial, por meio de uma câmera instalada no interior do ônibus. O objetivo da medida é coibir fraudes.

COMO OBTER O CARTÃO

Para obter o cartão VEM Idoso, os idosos com 65 anos ou mais devem agendar o atendimento no site do consórcio. O procedimento é gratuito.

Em seguida, é preciso comparecer pessoalmente ao Posto de Atendimento do VEM, localizado na rua da Soledade, nº 259, no bairro da Boa Vista, área central do Recife.

“É preciso levar o número do protocolo de agendamento e documento de identificação emitido há pelo menos dez anos (RG, CNH ou Carteira Profissional), CPF e comprovante de residência atualizado com CEP. O cartão é entregue na hora e tem a cor laranja com a foto do usuário. Os idosos terão direito a rodar a catraca gratuitamente e escolher qualquer assento do ônibus para se acomodar”, informou o consórcio, em nota.

“Em caso de dúvidas, os idosos podem ligar para o Grande Recife Consórcio, no número (81) 3125-7575. O consórcio prevê lançar uma campanha publicitária para divulgar a iniciativa, que será contínua. O direito à gratuidade da pessoa com 65 ou mais anos nos ônibus da Região Metropolitana do Recife (RMR) está previsto na Resolução nº 007/2019 do Governo do Estado de Pernambuco”.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

  1. João Luís Garcia disse:

    Nada mais justo pois com atitudes como essa mais o recadastramento que deveria ser implementado a cada 02 anos estaríamos combatendo as fraudes e o uso irregular por pessoas que não deveriam ter direito a gratuidade.
    Que a gratuidade após os 65 anos é correta, não se descute porém esse benefício deve ser concedido apenas as pessoas que realmente tenham o direito adquirido.

  2. Laurindo Martins Junqueira Filho disse:

    Ocorre que a Constituição Federal garante o direito à gratuidade com a simples apresentação de um documento de identidade. Recife vai levar chumbo na Justiça.

  3. Dervo Domiciano disse:

    A utilização de cartão serve mais para a empresa, comprovar custo operacional.
    A constituição é clara a gratuidade é um direito não um benefício.
    Quando completei 60 anos calculei o quanto tinha gastado com transporte coletivo urbano durante a vida até aquele dia, o total foi

    R$ 680.000,00 aproximadamente

    A pergunta que não quer calar
    é direito ou benefício
    Conclusão jamais vou aceitar cartão algum

Deixe uma resposta