Investimentos em frota da Londrisul chegam a R$ 30 milhões, diz Grupo Garcia/Brasil Sul

Publicado em: 14 de janeiro de 2020

Empresa diz que veículos são dotados de tecnologia

Empresa presta serviços em Londrina. Foram comprados em 2019, 54 novos ônibus e contratados 140 motoristas

ADAMO BAZANI

O Grupo GBS – Garcia/Brasil Sul divulgou nesta terça-feira, 14 de janeiro de 2020, balanço dos investimentos em frota na empresa Londrisul, que presta serviços no transporte municipal de Londrina, no Paraná, em especial, na zona Sul da cidade, em regiões como do shopping Catuaí, Faculdade Unopar/Pitágoras e do bairro Gleba Palhano.

De acordo com nota à imprensa especializada, como o Diário do Transporte, foram aplicados R$ 30 milhões para aquisição e adaptação da frota que totaliza 145 veículos, disponíveis para a operação de 50 linhas e mais 11 compartilhadas.

Somente em relação a ônibus zero quilômetro, foram compradas 54 unidades, todas com acesso à internet, sistema de rastreamento (ITS), bilhetagem eletrônica com cartão de crédito e débito, além de outras formas de pagamento. Os ônibus receberam também nova pintura.

Ônibus receberam nova pintura

O sistema de transporte também oferece aplicativo para consulta de horários e informações sobre a previsão de quando o ônibus vai passar pelo ponto.

O grupo também afirma que fez investimentos no quadro de pessoal, com a contratação de 170 pessoas, sendo 140 motoristas. Com isso, a quantidade de funcionários passou para 420.

Na nota, a empresa ainda destacou mudanças operacionais que, segundo afirma, melhoraram o atendimento, como novas integrações e linhas de serviço diferenciado.

A Londrisul investe em soluções logísticas para melhorar o fluxo de transporte dos usuários. Um exemplo é a criação de linhas com a chamada “integração ideal” para atendimento dos distritos rurais da Zona Sul do município. Os veículos que partem destas localidades fazem paradas em terminais importantes como Irerê e Acapulco, e seguem até o Terminal Central, o que permite viagens mais rápidas e dispensa a necessidade de transbordo.

A empresa também atende três linhas no serviço PSIU, uma modalidade diferenciada de transporte coletivo, que utiliza veículos menores, mais ágeis e confortáveis. Os ônibus oferecem ar condicionado, bancos estofados, cortinas, wi-fi e TV a bordo. Para maior comodidade dos usuários, os ônibus PSIU fazem paradas para embarque e desembarque fora dos pontos tradicionais, de acordo com a solicitação dos passageiros.

A Londrisul realiza 3.706 viagens diárias (nos dias úteis) e com a nova operação, passa a percorrer 740 mil quilômetros mensais, com atendimento médio de 1.036.671 passageiros por mês.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. João Luís Garcia disse:

    Grupo GBS sem dúvida alguma um exemplo a ser seguido pelo setor
    Profissionalismo e competência andam lado a lado

  2. Nilson de Araujo de Souza disse:

    É uma excelente empresa para trabalhar, só que tenho algumas coisas que tem que ser mudado exemplo na parte da tarde Maringá x Mandaguaçu após 17:50 hs são circular 10 em 10 minutos e todos entra em d.iguatemi isso deixa passageiros irritado com a perca de tempo e gasto de combustível jogado fora todos os dias a empresa pode economizar 1000 litros de diesel por mês, outra coisa é o desperdício de combustível um ônibus sair de Maringá para buscar um cobrador em nova esperança Isso acontece quase todos domingo e feriado no horário que começa 14:30 É encerra 23:50 hs são 120 km e dois pedágio, estão jogando dinheiro fora atoa parabéns pelo crescimento do grupo, mas nunca se esqueça quem está de fora ver melhor

  3. Agripino Moreira de Almeida disse:

    Uma das melhores empresa de transporte rodoviária ass, Agripino

Deixe uma resposta