Monotrilho da linha 15-Prata apresenta transtornos para o passageiro no terceiro dia consecutivo

De acordo com comunicado da Companhia de Metrô, reparo em equipamento de via na estação São Lucas demora mais que o planejado

ADAMO BAZANI

Nesta sexta-feira, 03 de janeiro de 2020, pelo terceiro dia consecutivo, o passageiro de monotrilho, da linha 15-Prata (Vila Prudente/São Mateus), na zona Leste de São Paulo, passa por transtornos.

No dia 1º de janeiro de 2020, às 10h46, foi detectada uma falha em equipamento de via na região da estação São Lucas que até agora não foi resolvida.

Em comunicado da noite desta quinta-feira, 02, como mostrou o Diário do Transporte, a Companhia de Metrô informou que o problema “demandará um tempo maior do que previsto anteriormente para os reparos.”

Dez ônibus articulados da Operação PAESE, sem cobrança de tarifa, dão apoio no trajeto da linha 15-Prata.

O monotrilho funciona, mas não de forma normal. Na estação Camilo Haddad, o passageiro será obrigado a trocar de trem, já que a operação se dá em dois trechos: O primeiro entre Vila Prudente e Camilo Haddad (onde o passageiro deve fazer a troca de trem) e o segundo de Camilo Haddad até Jardim Planalto.

O Metrô diz que não há previsão de normalização do monotrilho.

Um dia antes, 31 de dezembro de 2019, o monotrilho apresentou problemas também, mas foi por causa de furto de cabos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta