CCR Barcas aumenta intervalos para reduzir impactos da crise financeira

Foto: Divulgação

Linhas Arariboia, Paquetá e Cocotá passarão por mudanças de horários em que há baixa demanda de passageiros

ALEXANDRE PELEGI

O Grupo CCR, que detém o controle acionário da Concessionária Barcas S/A (CCR Barcas), operadora do transporte de massa no modal aquaviário no Estado do Rio de Janeiro, publicou comunicado informando que as linhas Arariboia, Paquetá e Cocotá passarão por mudanças de horários em que há baixa demanda de passageiros.

Segundo a concessionária, os intervalos entre as viagens serão aumentados.

O comunicado afirma que a medida será tomada conforme decisão judicial e “com o objetivo de adequar a oferta à demanda, reduzindo os impactos da crise financeira e na busca de um modelo mais sustentável na prestação do serviço de transporte aquaviário”.

As alterações entram em vigor nos dias 30 de dezembro e 2 de janeiro.

A linha Arariboia, que segundo a CCR Barcas possui taxa de ocupação média nos horários de rush de 62%, terá intervalo máximo de 15 minutos a partir de 2 de janeiro de 2020 nesse horário. Hoje esse intervalo é de 10 minutos. A concessionária afirmou, no entanto, que em caso de demanda poderá reduzir o intervalo pontualmente.

No caso da linha Paquetá, a grade de horários também sofrerá alterações a partir de 30 de dezembro, mas preservando os horários de maior importância para os moradores, segundo a concessionária. O objetivo é não prejudicar o funcionamento de serviços essenciais na Ilha, como o hospital e a escola do bairro.

Ainda a partir de 30 de dezembro, a linha Cocotá também terá mudanças na grade de travessia, respeitadas as necessidades dos moradores da região que utilizam o serviço. Segundo a CCR Barcas, a alteração permite ao morador de Paquetá usar a Ilha do Governador como apoio no continente.

Veja abaixo as novas grades:

CCR_Barcas_01

CCR_Barcas_02.png

As alterações podem ser consultadas no site da CCR Barcas (www.grupoccr.com.br/barcas).

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Marco disse:

    Com isso, a demanda vai cair mais ainda. A situação só piora para o usuário.

  2. Rosemary Vianna disse:

    Muito difícil entender a grade de horários,beneficia quem? Pôr que terminar com o horário das 8 horas ,saida de Cocota para Praça XV? O espaço das 7 ate 9 e imenso,Porque não por as 8:30 ao invés de 9 hs,ajudaria a todos. Brincadeira isso.

  3. CARLOS ALBERTO disse:

    Falta para à ilha grande.e o preço.
    OBRIGADO.

  4. Graça Lago disse:

    Por que o jornal não ouviu o lado da população, especialmente a de Paquetá, que será tremendamente prejudicada. A barca é a única opção de transporte de Paquetá.

  5. KLAUZIANY SCARINI DE OLIVEIRA REIS WALDHELM disse:

    A retirada do horário das 17h30 para o Cocotá vai prejudicar demais o trabalhador, visto que a maioria dos trabalhadores sai às 17h! Como conseguir pegar a barca das 17h? Não dá para entender esta mudança, já que ela só vai beneficiar a CCR Barcas. A demanda vai cair mais ainda!

Deixe uma resposta