Estação Interlagos da CPTM é depredada por vendedores ambulantes

Publicado em: 13 de dezembro de 2019

Saguão ficou com diversas partes danificadas

Secretário Baldy disse que tumulto ocorreu depois de ação contra o comércio irregular

ADAMO BAZANI

A estação Interlagos, da linha 9-Esmeralda da CPTM, na zona Sul de São Paulo, foi depredada na manhã desta sexta-feira, 13 de dezembro de 2019.

Catracas, bilheterias, vidros, central de controle operacional, áreas administrativas, extintores de incêndio foram danificados.

O ato teria começado por vendedores ambulantes na estação.

Mesmo durante o tumulto, os aplicativos da CPTM indicavam que a operação da linha era normal.

Em entrevista ao jornalista José Luís Datena, da Bandeirantes, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, confirmou que o tumulto foi ocasionado depois de uma ação da segurança contra os ambulantes.

Em nota ao Diário do Transporte , a CPTM diz que a ação foi provocada por cerca de 20 ambulantes e que o Governo do Estado tem tomado ações para resolver o problema.

Na tarde desta sexta-feira (13) equipe de vigilantes da CPTM visualizou um grupo de ambulantes na plataforma da Estação Primavera-Interlagos, da Linha 9-Esmeralda, em prática de comércio irregular. Com a chegada dos vigilantes, um dos ambulantes foi abordado e teve sua mercadoria apreendida, o restante do grupo conseguiu fugir. No momento em que os vigilantes acompanhavam o homem para fora da Estação, um grupo de 20 ambulantes que se encontravam na parte externa do local, vandalizou a estação e entrou em confronto com os vigilantes. A Polícia Militar foi acionada e a ocorrência está sendo registrada no 101⁰ DP.

Nesta quinta-feira (12), CPTM e PM celebraram convênio com o objetivo de reforçar a segurança nas linhas da Companhia. Serão 445 vagas da DEJEM (Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar) para atuação nas 94 estações da CPTM, nas setes linhas e distribuídas nas 23 cidades atendidas pela Companhia, totalizando 13.350 policiais em ação mensal. A previsão é que o convênio entre em operação no início de janeiro com atuação em ocorrências nas plataformas e dentro do trem nos casos que envolvam crimes de furtos, roubos, assédio sexual e venda de bilhete ilegal. A fiscalização do comércio irregular continua sendo tarefa da equipe de segurança da CPTM que poderá solicitar a presença da PM em caso de confronto para garantir a segurança dos envolvidos e dos passageiros. Neste ano, entre janeiro e novembro, foram realizadas 73.809 ações de retenção, com apreensão de 2.240.812 itens. No mesmo período do ano passado, foram 46.242 ações e 1.869.181 produtos apreendidos.

Em paralelo, 44 vendedores informais participaram em 04/12 do primeiro curso de capacitação do projeto-piloto da CPTM com o Sebrae para estimular a geração de emprego formal no sistema ferroviário. Após a capacitação, os interessados poderão cadastrar-se como Eireli (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) e MEI (Microempreendedor Individual), tipos mais simples de empresa que permitem ao pequeno empresário ter acesso fácil a um CNPJ, por um custo baixo e sem burocracia e terão por tempo determinado espaço nas Estações da CPTM para legalmente realizarem a comercialização.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Tem de pegar eles, chama num canto e enviam para o Sebrae,,,A CPTM não fez um convênio?? Esses filhos de mãe sem pai, que cometem delitos, vão pro CASA , se maior, pra Detenção, e depois que saem não são capazes de tirar uma CTPS e ir à luta, porque não foram incentivados a serem legais na sociedade…é fato! Quando eu era menor, 12 anos, fui tirar minha CTPS, demorou 2 semanas, e logo fui à luta, sózinho aos 13 enfrentei a cidade que nasci, sózinho, medroso, encarei de frente..consegui ser um Office boy, e daí fui pegando gosto, de no fim do mês receber e fazer minhas compras,,,e tudo isso sem apoio de pai nem mãe, (nem irmãos e nem familia) apenas minhas tias, me empurraram pra vida. Hoje me impressiono pela ignorância dessa molecada. Não meto pau neles não, pois passei o que eles passam, se eu pudesse abraçaria a causa, ajudaria como sempre fiz, ao longo dos meus 60 anos.

    1. Paulo Gil disse:

      LANDAUFORD1970, bom dia.

      Aproveito seu comentário e também agradeço a minha tia Alzira (in memorian) que me ensinou ser alguém na vida.

      Realmente tem muitas tias nesse BarsiLei que fizeram e fazem a diferença.

      Abçs,

      Paulo Gil

    2. Paulo Gil disse:

      Amigos, bom dia.

      É público e notório duas coisas.

      1) A CPTM está se fingindo de morta na resolução deste problema.

      2) Já há algum tempo este assunto mudou de “ambulantes dos trens da CPTM” para “vândalos dos trens da CPTM”.

      Também é público e notório que o perfil etário, físico, social, operacional, comportamental dos atuais “não ambulantes” é de vândalos e não de ambulantes.

      Portanto a CPTM juntamente com a polícia civil, têm de adotar um procedimento operacional prático e acabar com essa “farra do boi”

      Ambulante de trem da CPTM, sempre prestou um serviço a nós usuários da CPTM e nunca depredaram patrimônio público.

      E só pra lembrar CPTM, vocês além da obrigação de operação tem a obrigação e o dever legal de zelar pelo patrimônio público.

      Portanto, vamos arregaçar as manga e mãos a obra, tal vandalismo tem de ser extirpado.

      Afinal, para que servem as câmeras de segurança?

      Vamos CPTM, tá esperando o que?

      Mão na massa.

      Att,

      Paulo Gil

  2. Tarsilla da Rocha disse:

    Prisão para esses vagabundos. Se dizem trabalhadores e só prejudicam e ainda causam este prejuízo ao estado.

  3. Anônimo disse:

    Ambulante bom é ambulante que vende FORA da estação! Os marreteiros que vendem fora das estações e terminais de ônibus não fariam esse tipo de vandalismo!

  4. Anonimo disse:

    trabalhador não da problemas no sistema Cptm e Metro de segunda a quinta feira ; Agora é só chegar sexta e sabado que o vandalismo toma conta e vira terra de numguem , colaboradores das Empresas nao estao mais sendo respeitados e comercio ambulante tomando conrta e destruindo tudo Alguem tem que tomar providencias antes de tudo isto vira um caos pior , pois gerra ja virou faz tempo ;

  5. Vanderval ferreira gracindo disse:

    A maioria vagabundo, usuário de droga e ex. Presidiário.
    Cptm empresa incompetente que não cuida do patrimônio, segurança de péssima qualidade.

  6. Alfredo disse:

    Prisão de 30 dias para quem estiver vendendo bugigangas dentro dos trens, perda da mercadoria, multa de no mínimo 500,00 reais, identificação do infrator, que ficará no sistema de vigilância, PM atuando através de operação delegada, e a mídia parar de bajular infrator, assim se controla essa turma do mau

  7. Barulhentos, mal educados, empurram os usuários da CPTM, não respeitam o ambiente, as vezes com criancas. Nos pagamos muito caro numa passagem, e a CPTM, não faz nada de concreto para dá fim a esses infernos que esses vendedores faz dentro do trem.

  8. JOSE LUIZ VILLAR COEDO disse:

    Aí JÁ é demais! Tudo bem… apesar de serem bem inconvenientes e muias vezes mal educados e até abusados… mas DESTRUIR PAYRIMONIO PÚBLICO OU PRIVADO DESTINADO AO USO DE TODOS ! TEM QUE TER CADEIA E MULTAS BEM PESADAS! E isso… vai ocorrer muito ! Dentro e fora da CPTM e do Metrô SP e por ai… e em Terminais Urbanos e ate Rodoviarios! A política opressora deste Governo Federal atual inclusive no tocante a Economia e afins… tomando nossos direitos sagrados… e tal… e esse PSDB arruinando a vida dos outros… Mexendo até no BU – categoria VALE-TRANSPORTE aqui em SAMPA… podemos nos preparar para ver mais confusão por ai! Deus nos Ajude! e nos Livre do Fascismo e dos Comunistas e Sociais-Democratas tmb!

Deixe uma resposta