Cidade das Hortênsias completa 54 anos de atuação em Petrópolis

Publicado em: 6 de outubro de 2019

Empresa começou operação com 12 ônibus e atualmente transporta 30 mil passageiros

JESSICA MARQUES

A Cidade das Hortênsias, uma das empresas mais antigas ainda em funcionamento no município de Petrópolis, no Rio de Janeiro, completou 54 anos de atuação na cidade.

Fundada em 1º de outubro de 1965, a operadora contava inicialmente com apenas 12 ônibus, atendendo aos bairros Esperança, Samambaia, Cascatinha e Itamarati. Atualmente, a empresa é responsável por transportar cerca de 30 mil passageiros, em suas 25 linhas de ônibus.

Adquirida pelo empresário Guido Salvini e seus filhos Carlos e Henrique, a Viação Petropolitana, como era chamada, logo teve como missão inicial atender áreas da cidade que, anteriormente, 16 outras empresas já haviam tentado sem sucesso. Com o passar do tempo e ganhando cada vez mais a confiança da população, a empresa cresceu, ao ponto de carregar em seu nome a marca Cidade das Hortênsias, um dos registros mais importantes do município.

“Somos uma empresa 100% petropolitana e temos o prazer em atuar em nossa cidade. Atualmente, com um time formado por 210 colaboradores, temos a missão em dar continuidade ao sucesso alcançado pelo grupo em todo esse tempo”, disse o diretor Gian Salvini, quarta geração de diretores da família Salvini.

NOVIDADES

Após mais de meio século atendendo a população, a Cidade das Hortênsias não parou no tempo. Ao longo do último ano, a empresa investiu na troca da metade de seus veículos usados por ônibus novos, e, até o final deste ano, garante a chegada de mais ônibus novos.

Além disso, a empresa informou, em nota, que conta com o trabalho de manutenção dos coletivos, que são atendidos 24 horas por dia, mantendo a funcionalidade dos equipamentos.

“A adaptação é tudo para a continuidade dos nossos serviços. Vimos surgir vários concorrentes e desafios. Porém, o mais importante é ouvir a opinião dos clientes, trabalhando com dedicação e apoio. Para o setor, o nosso maior desafio atualmente é a falta de mobilidade urbana”, contou o diretor Carlos Salvini, um dos fundadores da empresa e patriarca da família.

A companhia também informou que cumpre mais de 99% das viagens programadas dentro do horário e itinerário previsto, de acordo com dados do Sistema de Monitoramento por GPS.

“Mesmo com 54 anos, nos sentimos jovens e com muita energia e disposição para nos adaptarmos às transformações que o setor dos transportes tem vivido. Os desafios motivam e nos fazem crescer cada vez mais”, disse Gian.

A Cidade das Hortênsias também é responsável pela administração do Terminal Itamarati, que conta com torre para recarregar celular e também sinal de internet gratuito.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta