Governo do Maranhão finaliza julgamento de concessão do Terminal Rodoviário de São Luís

Foto: Reprodução

Mais bem avaliada em certame realizado em 06 de setembro, empresa Sinart foi declarada vencedora após análise de recursos das três licitantes

ALEXANDRE PELEGI

São Luís, capital do estado do Maranhão, terá nova empresa administrando o Terminal Rodoviário da cidade.

A Sinart – Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico Ltda foi confirmada como a vencedora e irá substituir a empresa RMC, que administrava o Terminal há 13 anos. À nova concessionária caberá agora a concessão do serviço público da administração, operação, manutenção e exploração comercial do Terminal Rodoviário de São Luís.

Em publicação no Diário Oficial desta sexta-feira, 04 de outubro de 2019, a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) do Governo do Maranhão divulgou o resultado do Julgamento dos recursos interpostos após a concorrência.

sao_luis_terminal rodov

Com três empresas concorrendo ao certame, realizado no dia 09 de setembro de 2019, a Sinart recebeu 100 pontos, com um percentual de outorga de 15,01%. A atual concessionária, a RMC Comércio e Serviços Ltda., ficou em segundo com 67,89 pontos, percentual de outorga de 10,19%. O Consórcio G3 foi desclassificado.

O Terminal Rodoviário de São Luís, situado no bairro Santo Antônio, atende às principais empresas de transporte intermunicipais e interestaduais, com guichês de venda de passagens da Transbrasiliana, Expresso Guanabara, Cisne Branco, Viação Progresso, Satélite Norte, Viação Itapemirim, Boa Esperança, Açailândia, Viação Aparecida, Expresso Silva, Litorânea, Planalto, Expresso Silva, Rota do Mar, Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, JR4000, Marsoltur, Solitur e Fretur.

Dentre os principais destinos das partidas estão cidades dos estados do Ceará, Goiás, Piauí, Pernambuco, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

O Terminal Rodoviário de São Luís está com parte interditada desde abril deste ano. Uma vistoria realizada pela Defesa Civil identificou problemas na estrutura do teto, com risco de desabamento. Desde então a situação do local tem revoltado os comerciantes da Rodoviária, que chegaram a marcar atos de protesto contra a situação.

Para evitar a paralisação do Terminal, uma audiência de conciliação presidida pelo juiz Douglas de Melo Martins, com a presença do promotor de Justiça de Defesa do Consumidor, Carlos Augusto da Silva Oliveira, chegou a um acordo entre a Associação dos Comerciantes do Terminal Rodoviário de São Luís (Rodorseve) e a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), em 16 agosto deste ano.

Ficou definido que a rodoviária será reformada em caráter de urgência pelo Governo do Estado do Maranhão, enquanto o processo de concessão do espaço está sendo finalizado.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta