São José (SC) abre licitação para fornecimento e instalação de abrigos de ônibus

Prefeitura tem reformado abrigos na cidade.

Cidade catarinense possui mais de 800 pontos, e prefeitura anunciou no início do ano que instalaria mais de 40 novos abrigos através de convênio com a CEF

ALEXANDRE PELEGI

São José, município do estado de Santa Catarina com 240 mil habitantes, abriu licitação para contratar empresa para fornecimento e instalação de abrigos de passageiros.

O regime de execução será de empreitada por preço unitário, e a concorrência do tipo menor preço global.

A entrega dos envelopes seguirá até as 14h do dia 04 de novembro de 2019, mesmo data da abertura das propostas. Informações somente pelos telefones (048) 3381-0100 / (048) 3381-0446, ou pelo e-mail cpl@pmsj.sc.gov.br.

A publicação do aviso de licitação está no Diário Oficial da União deste quinta-feira, 03 de outubro de 2019, e não faz referência a quantidade, nem estimativa de valores.

sao_jose_licita.png

Em fevereiro deste ano, a prefeitura informou que ainda neste ano fará “a instalação de mais de 40 novos abrigos na cidade através de um convênio com a Caixa Econômica Federal”.

Segundo informações da prefeitura, a cidade de São José possui atualmente 800 abrigos, sendo que deste total 15% apresentam “certas danificações provocadas, muitas vezes, por atos de vandalismo, acidentes de trânsito ou desgaste pelo tempo”.

A prefeitura tem feito reparos nas estruturas gradativamente. Em fevereiro deste ano, por meio da Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e Trânsito, a administração municipal concluiu a primeira etapa do processo de reforma e manutenção de abrigos de passageiros em diversas regiões da cidade.

O material de ferro utilizado foi trocado por um mais resistente, o policarbonato que faz a cobertura também foi reforçado e o modelo padrão do abrigo foi modificado para dar mais mobilidade e visibilidade aos usuários. A média de custo por abrigo é de aproximadamente R$ 5.300. Inicialmente foram investidos R$ 384 mil na reforma das estruturas. Deste valor, R$130 mil são recursos próprios da Prefeitura e R$ 254 mil serão repassados pela Câmara Municipal”, informa o portal do município em fevereiro deste ano.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta