Trólebus histórico dos anos 1950 e ônibus superarticulado serão destaques em exposição da Semana da Mobilidade nesta sexta, no Pateo do Collegio

Publicado em: 19 de setembro de 2019

Trólebus restaurado já é personagem conhecido dos eventos oficiais da cidade.

SPTrans ainda vai mostrar motos e pick-up  de serviço de fiscalização

ADAMO BAZANI

Quem passar pelo Pateo do Collegio, na região central de São Paulo, nesta sexta-feira, 20 de setembro de 2019, vai poder conferir de perto um dos ícones da história dos transportes paulistanos: o trólebus modelo ACF Brill, que circulou por 33 anos na capital, entre os anos de 1957 e 1990. O veículo faz parte do Museu do Transporte Público da cidade de São Paulo.

Ao lado do veículo deve ser exposto um ônibus articulado de 23 metros do sistema atual, dotado de tomadas USB, ar-condicionado e wi-fi, além de espaço para cadeira de rodas e bicicletas.

A ação faz parte da Semana da Mobilidade 2019, cujo tema é “Todos Somos Pedestres” e a exposição ocorre das 10h às 16h.

Os veículos de transporte coletivo integram o lema de edição deste ano porque o passageiro também é pedestre.

Além dos pesados, a SPTrans – São Paulo Transporte, gerenciadora do sistema da capital paulista, vai mostrar duas motos e uma pick-up que são usadas na fiscalização dos ônibus.

Em nota, a SPTrans explica a Semana da Mobilidade neste ano.

“A Prefeitura de São Paulo realiza, de 18 a 25 de setembro, a Semana da Mobilidade 2019. Organizada pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT) – por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), da São Paulo Transporte (SPTrans) e dos departamentos de Transportes Públicos (DTP) e de Operação do Sistema Viário (DSV) –, em parceria com as secretarias municipais de Direitos Humanos e Cidadania, Educação e da Pessoa com Deficiência.

A programação traz um conjunto de ações voltadas à segurança e à convivência saudável entre os diversos modais no trânsito da cidade. A temática “Todos Somos Pedestres” vem para reforçar à sociedade que, independentemente do meio de locomoção principal que se utilize, todos somos pedestres em algum momento do dia. E o pedestre é sempre o elemento mais vulnerável no trânsito.”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Esse trólebus ai, com certeza já transportou muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito mais passageiro numa viagem do que um punhado de articuladinho trucadinho que bate lata em Sampa dioturnamente de segunda a segunda.

    Mas com certeza não gerou o lucro que geram os articuladinhos trucadinhos batedores de lata debaixo de contratos emergenciais e desse último que era 20 e passou para 15.

    E ainda dizem que não afetará tarifa nem subsídios.

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Quero ver suportar o aumento do Diesel que acabou de chegar.

    PREVISIVELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

    Essa eu já tinha previsto na matéria que falava o absurdo de que tudo seguirá norma, mas com menor rendimento.

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Me engana que eu gosto.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Rodrigo Zika! disse:

    Foto bonita, SP perdeu muito sua identidade pós anos 40, destruíram a malha de bondes, que hoje bastava substituir por VLT, e as diversas linhas de trólebus desativadas pela monstra Marta Suplicy, tudo isso pra dar mais espaço a vias para o deus carro, que matam milhares por ano pela poluição que causa, e pelo espaço que ocupa na via apenas com um passageiro, triste.

Deixe uma resposta