Governo do Pará retoma operação de duas balsas para travessia do Rio Moju

Publicado em: 18 de setembro de 2019

Com a volta das duas balsas, houve a redução do tempo de espera para a travessia, de 40 para 20 minutos. Foto: Governo do Estado.

Estruturas têm capacidade para 25 caminhões ou 25 ônibus ou 50 vans em cada viagem

JESSICA MARQUES

A Setran (Secretaria de Estado de Transportes) do Pará informou, por meio de nota, que foi retomada nesta semana a operação de duas balsas para travessia do Rio Moju, na Alça Viária (PA-483).

A travessia havia sido suspensa há cerca de três semanas, após o naufrágio de um dos seis empurradores que dão suporte às duas balsas, com capacidade para 25 caminhões ou 25 ônibus ou 50 vans em cada viagem.

Segundo o titular da Setran, Pádua Andrade, com a volta das duas balsas, houve a redução do tempo de espera para a travessia, de 40 para 20 minutos. A medida, de acordo com Andrade, possibilitou agilizar o transbordo de veículos em direção à Barcarena e ao sul e sudeste do Pará.

“A circulação de veículos havia sido interrompida desde a derrubada da ponte, em abril passado, causando um prejuízo para cerca de 800 pessoas que utilizam esse corredor de escoamento da produção paraense”, explicou.

A alternativa da travessia gratuita foi a solução aplicada pelo Governo do Estado para minimizar os impactos sofridos pela população no período de reconstrução do vão central da ponte, cuja obra deve ser concluída em novembro deste ano.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta