MAN fornece 189 ônibus ecológicos a cidade da Noruega

Publicado em: 14 de setembro de 2019

Encomenda das duas maiores operadoras de transporte do país inclui ônibus convencionais e articulados, movidos a biogás e biodiesel

ALEXANDRE PELEGI

Trondheim, terceira maior cidade da Noruega, com 190 mil habitantes, acaba de receber 189 novos ônibus fabricados pela MAN Truck & Bus do Grupo Volkswagen.

Os novos ônibus MAN verde oliva estão em operação na cidade desde o início de agosto, e fazem parte da preocupação do país de reduzir as emissões de carbono. A Noruega busca zerar a dependência de motores de combustíveis fósseis.

A fabricante do Grupo Volkswagen entregou 105 ônibus urbanos para a Vy Buss AS e outros 84 veículos para a Tide Buss AS, as duas maiores operadoras de transporte do país escandinavo.

Nas encomendas feitas à MAN, há ônibus urbano do tradicional modelo MAN Lion’s City (A21) de 12 metros de comprimento, equipado com motor a gás E2876 LUH Euro 6. Em termos de combustível, os motoristas podem optar tanto pelo gás natural quanto biogás.

A encomenda inclui ainda outros dois modelos com o mesmo perfil de sustentabilidade, o articulado MAN G City (A23) de 18 metros de comprimento: um com um motor diesel D2066 LUH numa versão especial de biodiesel e outro com um motor a gás E2876 LUH. Ambas as variantes atendem ao padrão de emissão Euro 6.

Fechando a compra, as empresas de transporte adquiriram os ônibus urbanos MAN Lion City L LE (A44) com piso rebaixado e 15 metros de comprimento, com motor diesel D2066 LUH movido a biodiesel.

Os veículos trazem sistema de ar condicionado e monitoramento de câmeras na área de passageiros e motorista.

Jan Aichinger, diretor de ônibus de marketing de produtos da MAN Truck & Bus, afirmou que ao operar veículos de biogás “a Vy Buss AS e a Tide Buss AS estão enviando uma mensagem clara em relação à proteção ambiental. Afinal, um ônibus a gás movido a biogás atualmente representa a solução mais econômica e ambientalmente correta para uma forma de transporte público praticamente neutra em CO2”.

NORUEGA_DIRECIONORUEGA_INTERIOR

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. pedrosantos disse:

    É enquanto isso continuamos com nossos cabritinhos e ônibus com a carroceria de baixa qualidade fornecida pela Caio Pois a Máfia é Grande. E eu escutei dos próprios diretores da BYD que só conseguiram expor os seus veiculos na Transpublico 2017 depois que firmaram acordo de fabricar apenas chassis na fabrica de campinas para serem encarroçados por caio, e Marcopolo se não nada feito… A MAN devia era comprar a fábrica da comil em lorena e fabricar esses carros. Faria ainda mais firmaria um acordo com a própria comil pra fornecer veiculos integrais…

  2. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Faltou aquela foto bem de pertinho.

    Encarroçadoras observem o painel do buzão como os instrumentos estão mais perto das mãos do motoristas; embora eu ainda ache que tem de ficar mais perto ainda.

    E tem mais observem o interior sem testurizado e sem tanta peças e emendas; não acumula sujeira e não há bateção de peças.

    Desta vez não foi o Paulo Gil que falou, foi a MAN que fez.

    Os painéis dos buzões brasileiros são muiiiiiiiiiiiito distantes das mãos do piloto.

    Se já existe a roda redonda; não sei porque insistir na quadrada.

    Att,

    Paulo Gil

  3. Rodrigo Zika! disse:

    Só por ser euro 6 já e muito superior ao Brasil.

Deixe uma resposta