Prefeitura do Rio de Janeiro lacra 30 ônibus e aplica 52 multas na garagem da Vila Isabel

Entre as irregularidades encontradas, estão vistoria vencida, mau funcionamento do sinal sonoro, bancos rasgados e pneus sem friso. Foto: Divulgação.

Empresa integra o consórcio Intersul

JESSICA MARQUES

A Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro informou que realizou uma ação de fiscalização em garagem para verificar as condições dos ônibus na Transportes Vila Isabel, empresa que fica na Zona Norte da cidade.

Os fiscais vistoriaram 30 coletivos e todos foram lacrados. Ao todo, 52 multas foram aplicadas.

“Entre as irregularidades encontradas, estão vistoria vencida, mau funcionamento do sinal sonoro, bancos rasgados, pneus sem friso, janelas com defeito, inoperância do dispositivo de acessibilidade, piso rachado e mau estado do para-brisa”, informou a Prefeitura do Rio de Janeiro, em nota.

03

A empresa Vila Isabel integra o consórcio Intersul, que foi multado 1.097 vezes somente no primeiro semestre deste ano por diversas irregularidades, também de acordo com a Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro .

“As ações da SMTR seguem intensificadas a fim de verificar as condições da frota operante e os serviços prestados pelos consórcios atuantes na cidade”, informou a Pasta, em nota.

OUTRO LADO

Em nota, o Consórcio Intersul informou que a maioria dos ônibus da Transportes Vila Isabel lacrados pela Secretaria Municipal de Transportes, na madrugada dessa quarta-feira (04), não faziam parte da frota operacional da empresa.

“O restante dos veículos lacrados, estacionados na garagem, aguardavam por manutenção, antes da reintegração à frota para a operação”, informou o consórcio.

“O Consórcio Intersul ressalta o seu empenho em não deixar a população desassistida. Apesar da pior crise pela qual o setor atravessa, as empresas não medem esforços para manter a frota nas ruas e oferecer um transporte seguro à população.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta