Anfavea aponta queda de 10,8% na produção de ônibus no acumulado de um ano

Millennium IV

Queda na produção total de veículos foi de 7,3% em agosto de 2019 em comparação com mesmo mês do ano passado

ALEXANDRE PELEGI

O setor de fabricantes de ônibus amargou a maior queda percentual na produção de veículos no país em agosto de 2019, em comparação com o mesmo mês de 2018. O índice de recuo de 10,8% no segmento ônibus é o maior quando comparado ao índice geral, que apontou queda de 7,3% na fabricação de veículos de todas as categorias, segundo a Anfavea.

O total de ônibus fabricados em agosto deste ano, 2.666 unidades, contrasta negativamente com as 2.988 unidades fabricadas em agosto do ano passado.

A maior queda se deu nos ônibus rodoviários, com 30,7% de recuo na produção em um ano: 370 fabricados em agosto deste ano, contra 534 em agosto de 2018. O setor de ônibus urbanos perdeu menos, queda de 6,4% em um ano: 2.296 veículos fabricados em agosto de 2019, contra 2.454 fabricados em agosto do ano passado.

Quando a comparação é feita com o mês anterior, â fabricação de ônibus aponta leve melhora de 1%. Este resultado foi alcançado graças ao aumento de 4,9% na produção de coletivos urbanos, que contrabalançou o recuo de 18% na fabricação de ônibus rodoviários.

anfavea_agosto_2019

EXPORTAÇÕES

As exportações também apresentaram queda no acumulado de um ano: 20,8% de recuo. Foram produzidos 446 ônibus em agosto deste ano (199 rodoviários e 247 urbanos), contra 563 em agosto do ano passado (302 rodoviários e 261 urbanos). Como se pode observar, a maior queda foi do segmento rodoviário (34,1%).

anfavea_agosto_2019_exporta.png

LICENCIAMENTO

O licenciamento de ônibus, no entanto, foi positivo quando comparados os números de agosto de 2019 diante de agosto de 2018. O índice foi 29,5% superior, com 2.030 ônibus licenciados este ano, contra 1.568 em agosto de 2018.

No comparativo com julho de 2019, o índice também foi positivo, de 12,1%.

Confira o ranking de marcas relativo aos licenciamentos feitos em agosto de 2019, de acordo com a Anfavea:

Como se pode observar, no acumulado de um ano (agosto 2019 sobre agosto 2018), a Scania apresentou crescimento no período de 200%, seguida pela MAN/Volkswagen, com evolução de 152,7%. A Mercedes-Benz, que licenciou a maior parte de veículos em agosto deste ano, 944, elevou o número de licenciamentos no acumulado do ano em apenas 8,8%.

anfavea_agosto_2019_licencia

MÃO DE OBRA

O número de empregos no setor automotivo também apontou recuo nesse intervalo de um ano.

De agosto de 2018 as montadoras contratavam 132.519 trabalhadores, número que caiu para 128.153 em agosto desta ano, recuo de 3,3%.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta