ANTT mantém valor de pedágio da Ponte Rio-Niterói

Publicado em: 28 de agosto de 2019

Foto: ECOPONTE

Agência aplicou fator de desconto em índice de reajuste por concessionária não ter completado obras

ALEXANDRE PELEGI

O valor do reajuste anual para a tarifa do pedágio da Ponte Rio-Niterói, anunciado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no Diário Oficial desta quarta-feira, 28 de agosto de 2019, acabou não alterando os valores a serem pagos pelos motoristas.

Definido por contrato de concessão, o índice deve ser revisto em junho de cada ano.

O cálculo demorou a ser revelado este ano por causa de duas obras pendentes: a construção da alça de ligação com a Linha Vermelha, com atraso no cronograma, e a implantação de uma passarela na altura da Ilha do Mocanguê.

No caso da passarela, apesar de estar prevista no contrato com a concessionária ECOPONTE, a obra acabou sendo cancelada por falta de aval da Marinha e anuência da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A obra atenderia a pedestres conectando ao único ponto de ônibus na via, e foi retirada do contrato por medidas de segurança, decisão referendada pela ANTT.

A outra obra, ligando a Ponte e a Linha Vermelha, já deveria ter finalizado alguns itens da intervenção.

Por esses motivos, a exclusão da passarela e o atraso na obra, a ANTT aplicou um Fator de Desconto (Fator D) no cálculo da tarifa, o que acabou por manter os mesmos valores hoje praticados.

O último reajuste ocorreu em junho de 2018. Relembre: Pedágio da Ponte Rio-Niterói tem aumento de R$ 0,20 a partir desta terça-feira (5)

O fator desconto de reequilíbrio (Fator D) aplicado pela ANTT foi 4,748%.

Com isso, os valores foram mantidos iguais aos atualmente praticados, e conforme a tabela constante na Portaria abaixo. A tarifa básica, que em junho de 2018 passou de R$ 4,10 para R$ 4,30, manteve-se agora:

Pedagio_Ponte_RN_28agosto

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

Deixe uma resposta