Recadastramento da meia-passagem de ônibus vai até 30 de agosto em Macapá

Publicado em: 22 de agosto de 2019

De 5 mil alunos esperados, apenas 3 mil haviam procurado o serviço na sede do sindicato. Foto: Divulgação / Setap.

Expectativa do Setap é fechar o ano de 2019 com mais de 50 mil beneficiários

JESSICA MARQUES

O recadastramento para obtenção da meia-passagem de ônibus em Macapá foi prorrogado e vai até 30 de agosto de 2019. A informação foi divulgada pelo Setap (Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Amapá).

O procedimento deve ser feito por estudantes que têm declaração escolar válida por seis meses, por aqueles que vão começar a estudar neste semestre ou quem perdeu a possibilidade de solicitar o recadastro no início do ano.

A meia-passagem é válida em ônibus intermunicipais (Macapá, Santana e Mazagão). Para a obtenção do benefício, é cobrada uma taxa de R$ 12, segundo o Setap.

De acordo com informações do sindicato, a medida foi tomada após estudantes formarem uma fila considerada “quilométrica”, conforme descrito pelo Setap.

Contudo, de 5 mil alunos esperados, apenas 3 mil haviam procurado o serviço na sede do sindicato até o último dia em que o benefício seria oferecido, 15 de agosto.

O prazo iniciou no dia 1º de agosto. A expectativa do Setap é de fechar o ano de 2019 com mais de 50 mil beneficiários.

Confira abaixo as informações do Setap para a realização do procedimento:

Documentos necessários

  • original da declaração escolar ou comprovante de matrícula assinada pelo diretor da unidade;
  • cópia do RG ou certidão de nascimento;
  • cópia do comprovante de residência;
  • cartão magnético de meia passagem.

 

Em caso de perda do cartão, o beneficiário deve apresentar um boletim de ocorrência junto com o restante dos documentos citados acima. Também é cobrada multa no valor de R$ 48,75.

Quem não buscar a regularização no período terá o cartão de meia-passagem bloqueado. Em 2018, foram mais de 5 mil carteiras suspensas pelo sindicato.

Estudantes de ensino superior

Para evitar o bloqueio do benefício da meia-passagem ou do Passe Social, estudantes que estão matriculados em curso semestral ou de curta duração precisam ir até Setap confirmar que vão continuar os estudos pelos próximos seis meses.

O processo deve ser feito com a apresentação da declaração de matrícula atualizada deste semestre e o cartão magnético que o estudante usa. Ao aluno que ainda não tem acesso a essa declaração, o Setap informou que vai prorrogar o prazo.

Cadastro

Os cadastros de novos beneficiários são feitos a qualquer período do ano, com pagamento de taxa de R$ 15, na sede do Setap. Os documentos necessários são os mesmos do recadastro, exceto o cartão magnético.

Estudantes com menos de 7 anos não precisam realizar o processo pois têm direito a gratuidade, desde que estejam acompanhados do responsável.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta