Gatusa, de São Paulo, vai receber mais 36 ônibus Volkswagen até outubro, diz Dibracam

Publicado em: 29 de julho de 2019

Empresa que atua na zona Oeste já tem modelos da Volkswagen em circulação. Foto: José Franca Neto (Clique para Ampliar)

Representante também informou vendas para Transportes Santa Maria Ltda, AS Transportes Ltda e Turismo Singular

ADAMO BAZANI

Entre setembro e outubro, passageiros de parte da zona Oeste de São Paulo, vão contar com 36 ônibus novos em circulação.

A empresa Gatusa, que atende do lote Estrutural E9, comprou as 36 unidades da marca Volkswagen, modelo 18.280OTSLE, de piso baixo, seguindo os padrões da SPTrans – São Paulo Transporte, gerenciadora do sistema da capita paulista.

A informação é da Dibracam, de Santo André, concessionária da marca, responsável pela venda.

De acordo com o representante da Dibracam, responsável pela venda, Marcos Meggiolaro Eugenio, os chassis já estão na fabricante de carrocerias Caio, em Botucatu, no interior de São Paulo.

“Esta é a segunda compra feita pela Gatusa nos últimos 18 meses, demostrando a confiança na marca e nos serviços de pós-vendas. Atingimos a participação de 32% na frota total da empresa, com 80 veículos. Os chassis  encontram-se na Caio, onde serão encaroçados no padrão SPTrans, e deverão ser entregues entre setembro e outubro.” – disse.

Os chassis 18.280OTSLE de piso baixo são equipados com motor Euro 5 MAN D08 de 06 cilindros , 280 cavalos e sistema EGR, que elimina a utilização do aditivo  ARLA 32, para seguir os padrões de redução de emissões e poluentes em vigor no País.

O modelo ainda conta com cambio automático ZF Ecolife de seis marchas, retarder, freios ABS+EBD e sistema de “ajoelhamento” para facilitar o embarque e desembarque.

O ônibus 18.280OTSLE é uma das apostas da Volkswagen para ampliar a participação na capital paulista, em especial nos subsistemas estrutural e de articulação regional, onde veículos desta categoria serão os mais aplicados.

MICRO-ÔNIBUS:

A Dibracam também informou vendas de micro-ônibus para empresas de fretamento na capital e região do ABC Paulista.

A Transportes Santa Maria Ltda, de São Bernardo do Campo, e a AS Transportes Ltda, de São Paulo, compraram o modelo 9.160OD Urban, com 4,50 metros de entre-eixos. São duas unidades para cada empresa.

Os micro-ônibus contam com motor Cummins ISF Euro 05 de 160 cavalos, equipado com sistema SCR, que utiliza ARLA 32, além de cambio ZF de 06 velocidades à frente e sistema de freios ABS+ABD.

“O modelo é ideal para atender serviços de viagens e fretamentos. Este conjunto proporciona o melhor custo-beneficio aos operadores. Santa Maria e AS já são clientes da marca de longa data, demostrando a confiança dos clientes na marca e no atendimento de pós-vendas.” – disse.

Os micro-ônibus estão na Marcopolo para encarroçamento no padrão executivo Sênior R, com ar condicionado, 27 lugares, vidros colados e toalete.

Já para a Turismo Singular, de Santo André, foram vendidas duas unidades do modelo 9.160 ODS Urban com 4,50 metros de entre-eixos, dotado de suspensão pneumática.

A configuração é semelhante do modelo sem a suspensão a ar, mas o sistema, segundo Meggiolaro, faz com que o veículo seja mais confortável aos passageiros e reduza o custo operacional dos operadores.

O representante disse ainda que a empresa foi a primeira do Estado de São Paulo a comprar esta configuração com suspensão automática.

“ A Turismo Singular foi a primeira empresa do Estado de São Paulo a adquirir este chassis da marca. Com a nova compra, a Singular terá 03 chassis com suspensão a ar,  fato que demonstra a confiança e a aceitação do novo modelo” – explicou.

As duas unidades já estão na Marcopolo onde vão receber carroceria Marcopolo Sênior R, com ar-condicionado, vidros colocados, 27 lugares e toalete.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. William de Jesus disse:

    Pelo jeito a Gatusa realmente adorou esse chassi. Me estranha aTranskuba ainda estar resistindo tanto para trazer mais deles também, mas isso já acaba chamando muito a atenção de outras empresas.

    1. José Carlos disse:

      Capaz de Transkuba trazer mais depois de uns 6 meses com esse chassi, já que o da Gatusa tem câmbio Alisson e da Transkuba tem VOITH.
      Dizem que a VW está aperfeiçoando o chassi e que logo aparece as novidades. E os antigos vw 18.280 OT que eram protótipos a VWCO encostou tudo já. Eu acredito que uma nova linha de ônibus deve ser apresentada junto com um articulado de piso baixo.

  2. Renato Vieira dos Santos disse:

    Isso sim um chassis de verdade.

  3. Jackson disse:

    algumas empresas deveriam voltar a adquirir esses cahssis como santa brigída,Gato preto ,Transpass e a mobibrasil pis o chassi se mostra muito mais confiável e tambem aparente representar uma grande economia por não ter que utilizar Arla. Já o chassi 26.330 OTA é um produto fracassado vendeu pouquissimas unidades provando que não dá certo uma chassi articulado com suspensão mista….

  4. Rodrigo Zika! disse:

    Faz tempo que não ouvia falar da Dibracam, eu sei que algumas ex cooperativas atualmente possui alguns carros dela, mas nas linhas de empresas não se via mais bacana.

Deixe uma resposta