Dificuldade: 19 estações do Metrô de Recife ainda sem operação nesta manhã

Todo Ramal Centro está fechado. 250 mil pessoas afetadas, inclusive de Jaboatão dos Guararapes e Camaragibe

ALEXANDRE PELEGI

Quem depende do Metrô de Recife (Metrorec) para trabalhar enfrenta dificuldades nesta segunda-feira, 15 de julho de 2019, véspera do feriado de Nossa Senhora do Carmo. A data altera o funcionamento de alguns órgãos públicos e do comércio no Recife.

A Linha Centro do Metrô permanece sem funcionar pelo segundo dia consecutivo.

O serviço foi interrompido neste domingo, 14, após o rompimento de um cabo da rede responsável por fornecer energia para os trens, segundo a CBTU – Companhia Brasileira de Trens Urbanos.

O serviço de trens não operou em nenhuma hora do dia, e a expectativa da Companhia era que a operação da Linha Centro voltasse hoje.

Em nota ontem, a CBTU afirmou que lamentava o ocorrido e de que continuava atuando de forma ininterrupta para que o sistema voltasse a operar o mais rápido possível. A Linha Sul e o VLT funcionam normalmente.

Durante a semana cerca de 250 mil pessoas circulam pela linha, que passa por 19 estações e tem dois ramais saindo do Recife, um que segue até Camaragibe e outro que vai até Jaboatão dos Guararapes.

O Grande Recife Consórcio de Transporte afirmou que está aumentando a oferta de ônibus para suprir a demanda e atender aos usuários.

São três linhas de ônibus que terão ajustes nos horários de pico.

Para os passageiros que saem de Camaragibe: linhas 2450 – TI Camaragibe (Conde da Boa Vista) e 2480 – TI Camaragibe/Derby.

Para os passageiros de Jaboatão: linha 200 – Jaboatão (Parador), que vai para o Centro do Recife.

Linhas especiais que fazem a ligação entre os terminais Joana Bezerra/Afogados/Barro e Barro/Jaboatão devem ser ativadas conforme a demanda.

TARIFA DO METROREC AUMENTOU HÁ UMA SEMANA

Há uma semana, no domingo, 7 de julho, as tarifas do Metrô do Recife tiveram o segundo aumento escalonado. O reajuste foi autorizado pela Justiça em abril.

Em maio a tarifa passou de R$ 1,60 para R$ 2,10, e em 7 de julho passou a custar R$ 2,60. Até março de 2020, o preço da passagem do Metrô do Recife chegará a R$ 4.

A tarifa do Metrorec não era reajustado há seis anos, segundo a CBTU.

O aumento foi autorizado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) no dia 22 de abril e divulgado no dia seguinte. Além do Recife, as tarifas tiveram aumento em Belo Horizonte (MG), João Pessoa (PB), Maceió (AL) e Natal (RN).

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta