Falta de energia na estação São Bento provoca lentidão nos trens da Linha 1-Azul

Publicado em: 9 de julho de 2019

Foto ilustrativa

Ocorrência já dura uma hora, em um dia que as linhas 2 e 3 têm operação diferenciada para a realização de obras programadas

ALEXANDRE PELEGI

Os trens da linha 1-Azul do Metrô de SP operam com lentidão desde as 05h:00 da manhã do feriado desta terça-feira, 9 de julho de 2019.

O motivo é falta de energia elétrica na estação São Bento, o que está provocando maior tempo de parada das composições.

direto_e.png

Às 06h:16, o Metrô alterou o aviso para “interferência na via”. A situação de lentidão e maior tempo de parada nas estações permanece há uma hora e 20 minutos.

direto_e2.png

LINHA 3-VERMELHA

Nesta terça-feira, as estações Penha, Vila Matilde, Guilhermina/Esperança, Patriarca, Artur Alvim e Corinthians/Itaquera (inclusive a área de transferência para a CPTM) da Linha 3-Vermelha ficarão fechadas durante todo o dia.

Devido obras de melhoria na via, a circulação de trens ocorre entre as estações Palmeiras-Barra Funda e Carrão. Ônibus gratuitos cobrirão o percurso do trecho interrompido – Penha a Itaquera. A circulação dos trens na Linha ocorre normalmente entre as estações Palmeiras/Barra Funda e Carrão.

A recomendação do Metrô é para que os passageiros utilizem a transferência gratuita para a Linha 11-Coral da CPTM, na estação Tatuapé, como alternativa em direção a Corinthians/Itaquera.

LINHA 2-VERDE

Na Linha 2-Verde, como antecipado pelo Metrô de SP, entre as estações Vila Madalena e Clínicas há obras de implantação de portas de plataforma, situação que prossegue até o dia 28 de julho. Os passageiros que embarcam e desembarcam nas estações Vila Madalena e Sumaré precisarão trocar de trem na estação Clínicas para seguir viagem em ambos os sentidos. Com isso, o intervalo entre viagens nas estações Vila Madalena e Sumaré será maior.

ABERTURA ANTECIPADA

Na quarta-feira, 10 de julho de 2019, o início da operação será antecipado para as quatro horas da manhã nas linhas 1, 2, 3 e 15, operadas pelo Metrô.

A medida tem por objetivo atender os usuários que desembarcam na capital pelos terminais rodoviários Tietê e Jabaquara (integrados à Linha 1-Azul), e Barra Funda (integrado à Linha 3-Vermelha).

Além disso, a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo, informou que irá antecipar o início de funcionamento das estações para às 4h na quarta-feira.

O mesmo será feito pela ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da 5-Lilás de metrô de São Paulo, conforme informado em nota.

Obras alteram funcionamento de trens da CPTM no feriado

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informou, em nota, que obras vão alterar o funcionamento dos trens durante o feriado da Revolução Constitucionalista, nesta terça-feira, 09 de julho de 2019.

Confira:

Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato-Jundiaí)

Das 4h à meia-noite, haverá obras de modernização no sistema de energia e na via nas proximidades da Estação Francisco Morato. O intervalo médio entre os trens será de 25 minutos em toda a linha. 

Linha 9-Esmeralda (Grajaú – Osasco)

Das 4h à meia-noite, serão realizadas obras de modernização entre as estações Morumbi e Santo Amaro. O intervalo médio entre os trens será de 24 minutos em toda a linha.

Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)

Das 4h às 19h, os trabalhos serão realizados na via entre as estações Mooca e Tamanduateí. O intervalo médio entre os trens será de 17 minutos em toda a linha.

Linha 11-Coral (Luz – Estudantes)

Das 4h à meia-noite, serão realizadas obras de modernização no sistema de energia entre as estações Corinthians-Itaquera e José Bonifácio.  Também haverá serviços nas proximidades da Estação Tatuapé. O intervalo médio dos trens será de 12 minutos entre Luz e Brás e de 30 minutos entre Brás e Estudantes.

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Das 4h à meia-noite, haverá obras de modernização entre as estações Tatuapé e Engenheiro Goulart e nas proximidades da Estação Engenheiro Manoel Feio. O intervalo médio entre os trens será de 25 minutos em toda a linha.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta