Metrô de São Paulo tem alterações na operação durante feriado prolongado

Publicado em: 5 de julho de 2019

Na Linha 3-Vermelha, haverá mudanças na operação no domingo e na terça-feira, 09 de julho, feriado do Dia da Revolução Constitucionalista. Foto: Divulgação.

Paese será acionado nas Linhas 15-Prata e 3-Vermelha

JESSICA MARQUES

Três linhas do Metrô de São Paulo terão alterações na operação em função de obras de modernização e testes durante o fim de semana e o feriado prolongado. O Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) será acionado nas Linhas 15-Prata e 3-Vermelha.

No sábado, 06 de julho de 2019, todas as estações da Linha 15-Prata ficarão fechadas das 4h40 às 14h para testes programados no sistema de controle de movimentação dos trens.

Durante a interdição, os passageiros serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema Paese, que circularão entre as estações Vila Prudente e Vila União até a volta da circulação dos trens, às 14h. No domingo, 07 de julho de 2019, a operação na Linha 15-Prata volta a ser iniciada no horário habitual, às 4h40.

Na Linha 3-Vermelha, haverá mudanças na operação no domingo e na terça-feira, 09 de julho, feriado do Dia da Revolução Constitucionalista.

No domingo, a partir das 4h40, e pelo dia todo, a circulação dos trens, no trecho entre as estações Penha e Carrão, acontecerá por uma única via com intervalos maiores entre as composições.

“A estratégia operacional é necessária para dar sequência às obras de modernização do sistema de sinalização de via”, informou o Metrô, em nota.

Na terça-feira, as estações Penha, Vila Matilde, Guilhermina/Esperança, Patriarca, Artur Alvim e Corinthians/Itaquera (inclusive a área de transferência para a CPTM) ficarão fechadas durante todo o dia.

A circulação dos trens na Linha 3-Vermelha ocorrerá normalmente entre as estações Palmeiras/Barra Funda e Carrão. Para atender os passageiros no trecho interditado (de Corinthians/Itaquera a Penha), o Metrô também irá disponibilizar ônibus gratuitos do sistema Paese que irão circular ininterruptamente ao longo de todo o dia.

A recomendação do Metrô é para que, tanto no domingo quanto na terça-feira, os passageiros utilizem a transferência gratuita para a Linha 11-Coral da CPTM, na estação Tatuapé, como alternativa em direção a Corinthians/Itaquera.

LINHA 2-VERDE

Na Linha 2-Verde, a mudança acontece a partir deste sábado e prossegue até o dia 28 de julho. Os passageiros que embarcam e desembarcam nas estações Vila Madalena e Sumaré precisarão trocar de trem na estação Clínicas para seguir viagem em ambos os sentidos. Com isso, o intervalo entre viagens nas estações Vila Madalena e Sumaré será maior.

A transferência de trens é necessária em razão da interdição de uma das plataformas da estação Vila Madalena para a implantação das portas automáticas de plataforma, equipamentos que aumentam a segurança dos passageiros e do sistema metroviário. Entre as estações Clínicas e Vila Prudente, a operação será normal.

Para informar sobre as alterações programadas, o Metrô emitirá mensagens sonoras pelos sistemas de som das estações e dos trens, colocará cartazes nas estações e publicará informes nas redes sociais oficias da empresa. Em caso de dúvidas, o passageiro também pode ligar para a Central de Informações do Metrô (0800 770 7722), que atende diariamente das 5h00 à meia-noite.

ABERTURA ANTECIPADA

Na quarta-feira, 10 de julho de 2019, o início da operação será antecipado para as quatro horas da manhã nas linhas 1, 2, 3 e 15, operadas pelo Metrô.

A medida tem por objetivo atender os usuários que desembarcam na capital pelos terminais rodoviários Tietê e Jabaquara (integrados à Linha 1-Azul), e Barra Funda (integrado à Linha 3-Vermelha).

Além disso, a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo, informou que irá antecipar o início de funcionamento das estações para às 4h na quarta-feira.

O mesmo será feito pela ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da 5-Lilás de metrô de São Paulo, conforme informado em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta