Após fim do prazo para atualizar cartões do Transcol nos ônibus, 10% dos usuários ainda não fizeram procedimento

Publicado em: 28 de junho de 2019

Prazo para atualização em postos é até 30 de junho de 2019. Foto: Divulgação / GVBus.

Agora, usuários devem ir aos postos para fazerem a atualização

JESSICA MARQUES

Após o fim do prazo para atualizar os cartões do Transcol da Grande Vitória, no Espírito Santo, 10% dos usuários ainda não fizeram o procedimento, segundo informações do GVBus, sindicato das empresas de ônibus.

Até 14 de junho de 2019, o procedimento poderia ser feito nos ônibus. Agora, os usuários devem ir aos postos indicados pelo GVBus para fazerem a atualização. O prazo é até 30 de junho de 2019.

Quem não regularizar a situação, fica impedido de usar o cartão. A atualização faz parte do processo de implantação do bilhete único. O próximo passo será a instalação dos novos validadores nos ônibus municipais de Vitória e Vila Velha.

“O GVBus informa que os passageiros tiveram 30 dias para atualizar os cartões dentro dos coletivos, e que o prazo foi prorrogado. Tanto que 97% (328 mil) dos cartões estimados para realização do processo foram atualizados dentro dos coletivos até a última sexta-feira, 14 de junho”, informou o sindicato, em nota.

“Reforçamos que foi dada ampla divulgação sobre o processo e sobre os prazos, inclusive foi informado que os cartões que não estivessem prontos não funcionariam após a desativação dos validadores azuis e que o prazo não seria prorrogado. Cartazes, busdoors, peças nas redes sociais, informações em nosso site e no site do governo, bem como matérias que saíram na imprensa reforçaram essa divulgação”, completou o GVBus.

O QUE FAZER

Agora, segundo o GVBus, é possível atualizar o cartão nos saldímetros que estão preparados nos postos dos terminais de Laranjeiras, Vila Velha e Campo Grande, na Ufes e na Loja Central.

No caso dos saldímetros, o procedimento será feito de forma semelhante à que estava acontecendo dentro dos ônibus. Primeiro, será preciso apresentar o cartão no validador azul, e em seguida, apresentá-lo por duas vezes no validador vermelho. Esse processo estará disponível até o dia 30 de junho.

Confira as orientações do GVBus:

A – Em caso de mensagem “Operação inválida, cartão desconhecido”, o usuário deverá:

1 – Procurar os saldímetros instalados nos Terminais de Campo Grande, Vila Velha, Laranjeiras, UFES e na Loja Central, na Reta da Penha.

2 – Apresentar o cartão no validador azul e, em seguida, apresentá-lo duas vezes no validador vermelho.

É importante lembrar que os saldímetros não são as catracas de solo disponíveis nas entradas dos terminais, onde há cobrança de tarifa. Os saldímetros estão disponíveis nos postos de atendimento, apenas dentro dos terminais de Laranjeiras, Vila Velha e Campo Grande, e nas lojas Central e da Ufes. Nos saldímetros, o processo não cobrará tarifa.

B – Em caso de mensagem “Transação Incompleta”, o passageiro deverá procurar os postos de atendimento conforme tabela abaixo:

TIPO DE CARTÃO LOCAL DE ATENDIMENTO
Cartões Idoso, Passe Livre (PCD’s) e Escolar Gratuito e Comprovação de Renda Central Faça-Fácil, Terminais Vila Velha e Laranjeiras, e Loja Central (Vitória)
Cartões Vale-transporte, Passe Fácil e Escolar (50%) Pós-venda da Loja Central (Vitória)

Dúvidas: SAC do GVBus – Telefones: 0800 028 1810 / 3145.2650 (para ligações feitas de celular)

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta