Aditamento de contrato com empresa de ônibus entra em vigor nesta quinta-feira em Franca (SP)

Mudanças fazem parte de um pacote de novos serviços que a administração municipal exigiu da São José após o aditamento de contrato. Foto: Divulgação / Prefeitura de Franca.

Tempo de integração é ampliado de uma hora e meia para duas horas e cidade ganha Linha do Trabalhador Sul

JESSICA MARQUES

O aditamento de contrato com a empresa de ônibus responsável pelo transporte coletivo de Franca, no interior de São Paulo, entra em vigor a partir desta quinta-feira, 27 de junho de 2019. O acordo foi estendido por mais dez anos com a Empresa São José.

Com o novo contrato, a Prefeitura informou, em nota, que o tempo de integração foi ampliado de uma hora e meia para duas horas e a cidade ganhou um novo itinerário, a Linha do Trabalhador Sul.

As duas mudanças fazem parte de um pacote de novos serviços que a administração municipal exigiu da São José após o aditamento de contrato.

Segundo a Prefeitura, a Linha do Trabalhador Sul começa a operar nesta quinta-feira, às 5h55, com um ônibus saindo de frente ao Tonin Atacado, na Av. Champagnat.

A linha será para aqueles passageiros que vêm de outros ônibus, como Jardins Aeroporto, Santa Bárbara, Elimar, Flórida, Noêmia e adjacências. Assim, podem continuar o trajeto até o Distrito Industrial, sem necessidade de passar pelo Centro e Estação.

Haverá neste novo percurso dois pontos, um na Av. Alonso y Alonso, perto da banca de jornal, e outro em frente ao Franca Shopping, com tempo médio de 15 minutos para chegar ao destino. No período da tarde, a linha funciona no sentido inverso, Distrito-Champagnat, com saída às 16h35.

“A ampliação do tempo de integração é uma reivindicação antiga dos usuários que, a partir de agora, terão mais tempo para pegar dois ônibus pagando apenas uma passagem”, informou também a administração municipal.

A expectativa é de que o usuário economize pelo menos 20 minutos em sua viagem até o Distrito, conforme estipulado pela Prefeitura.

“Todos os usuários estão sendo orientados, com entrega de folhetos e cartazes, tanto no terminal como nos coletivos que atendem as regiões mencionadas. A Prefeitura também trabalha para a redução de R$ 0,20 no valor da tarifa, por meio do município. Os estudos técnicos-jurídicos estão em fase de finalização”.

OUTRAS EXIGÊNCIAS

A Prefeitura de Franca publicou uma lista com exigências para a empresa de ônibus após o aditamento do contrato.

Confira:

– reforma do Terminal Urbano Ayrton Senna;
– implantação de novo sistema GPS para monitoramento e acompanhamento da operação do serviço de transporte coletivo;
– implantação de novo aplicativo para celulares;
– implantação de quatro Estações de Integração (Expresso Bairro), nas regiões Norte, Sul, Leste e Oeste;
– sinal wi-fi gratuito em todos os veículos da frota;
– tomadas USB para recarga de smartphones e de outros dispositivos eletrônicos;
– câmeras de segurança com todos os veículos da frota.

“Todos esses benefícios deverão ser custeados pela própria empresa e executados em prazos determinados na minuta do contrato de renovação, sob pena de abertura de nova licitação.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta