Agrale e Volare convocam recall para ônibus, micro-ônibus e caminhões

A manutenção, gratuita, terá duração aproximada de uma hora. Foto meramente ilustrativa / Divulgação - Volare.

Algumas mangueiras do freio dianteiro apresentaram desgaste prematuro, ocasionando vazamento de ar

JESSICA MARQUES

As empresas Agrale e Volare convocaram recall para proprietários de ônibus, micro-ônibus e caminhões. Segundo as montadoras, algumas mangueiras do freio dianteiro apresentaram desgaste prematuro, ocasionando vazamento de ar e precisam ser substituídas.

“Na hipótese de vazamento de ar na mangueira do freio dianteiro, o freio traseiro continuará operante, porém o veículo poderá ter a sua capacidade de frenagem reduzida, aumentado a distância até a sua parada, com risco de acidentes e eventuais danos físicos aos ocupantes do veículo e a terceiros”, informaram as empresas, em nota.

O reparo realizado nos veículos em questão consistirá na substituição das mangueiras do freio dianteiro. A manutenção, gratuita, terá duração aproximada de uma hora, ainda de acordo com as montadoras.

Confira os produtos que devem ser levados para reparos em concessionárias das marcas:

r.png

Local de Atendimento e Agendamento dos Serviços: Rede de Concessionários Agrale e Rede de Concessionários Volare.

Mais informações: Rede de Concessionários Agrale e Rede de Concessionários Volare – SAC: 0800 642 81 88 de segunda-feira à sexta-feira, exceto feriados, das 8h às 17h, sac.recall@agrale.com.br / sac.recall@volare.com.br ou ainda www.agrale.com.br/recall    /   www.volare.com.br/recallPara atendimento, tenha em mãos o número completo do chassi do veículo.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

1 comentário em Agrale e Volare convocam recall para ônibus, micro-ônibus e caminhões

  1. Fico imaginando a dor de cabeça em vc ter de parar seu trabalho com sua ferramenta , para leva no posto de conserto…como fica a empresa? Aqui nem tanto se tiver uma frota. Mas se for uma van escolar? Lembram que anos 70 nunca se havia falado em Recall..eram homens montando, agora são robôs….isso se assimila a nova modalidade de transportes em que coletivos não usam mais cobradores,,que dirá no futuro sem motoristas…o que vai acontecer?

Deixe uma resposta