ANTT publica autorizações de mudanças e transferências pedidas por empresas de ônibus rodoviários

Publicado em: 21 de junho de 2019

Expresso Itamarati foi uma das empresas que recebeu mercados. Foto: Ronaldo Pastore (Clique para Ampliar)

Entre as modificações estão a transferência de mercados da Viação São Luiz para a Expresso Itamarati. Também houve indeferimentos e inclusão de novas empresas ou renovação de licenças para o fretamento

ADAMO BAZANI

A ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres publicou nesta sexta-feira, 21 de junho de 2019, deliberações sobre pedidos de empresas de ônibus de atuação em linhas regulares e de fretamento em trajetos interestaduais.

Foram dadas decisões sobre transferências de operações, criação e supressão de linhas, recadastramento em inclusões de novas empresas.

A Viação São Luiz Ltda foi autorizada pela ANTT a transferir para a Expresso Itamarati S/A os mercados Caçu/GO – Selviria/MS, Itarumã/GO – Selviria/MS e Itajá/GO – Selviria/MS, com a alteração da licença operacional destas empresas.

A empresa Kandango Transportes e Turismo Ltda (Catedral) obteve autorização para transferir para a Transportadora JDF Ltda do mercado do mercado de Trindade/GO para São Paulo/SP.

A JS Serviços Logísticos foi autorizada a transferir para a Auto Viação Cruzeiro Ltda os mercados de Cabedelo/PB e Caaporã/PB, para Igarassu/PE e Goiana/PE; e João Pessoa/PB – Igarassu/PE.

A ANTT revogou a autorização à Realsul Transportes e Turismo Ltda para implantar a linha Brasília/DF – Caxias/MA.

A Solimões Transportes de Passageiros e Cargas Ltda teve indeferido o pedido para implantar as seguintes seções na linha Tubarão/SC – Aparecida/SP: de Tubarão/SC, Laguna/SC, Imbituba/SC, Florianópolis/SC, Balneário Camboriú/SC, Itajaí/SC, Barra Velha/SC, Joinville/SC e Curitiba/PR, para: Embu das Artes/SP, Osasco/SP, São José dos Campos/SP e Taubaté/SP

A Viação Santa Cruz Ltda recebeu deferimento da ANTT que altera a linha São Paulo/SP – Pouso Alegre/MG.

A Unesul de Transportes Ltda foi autorizada a implantar seções na linha Guaíra/PR – Santa Maria/RS:  de Marmeleiro/PR, para: São Lourenço do Oeste/SC, Quilombo/SC e Chapecó/SC, de  Renascença/PR para: Chapecó/SC e de São Lourenço do Oeste/SC para Três Palmeiras/RS.

A Transbraz Ltda teve pedido aceito para criar a linha Campina Grande/PB – São José do Egito/PE, com as seguintes seções: de Congo /PB, Ouro Velho/PB, Prata/PB e Sumé/PB, para Santa Cruz do Capibaribe/PE, Jataúba/PB, São José do Egito/PE e Tuparetama/PE.

A Solimões Transportes de Passageiros e Cargas Ltda teve negado o pedido para criar a linha Florianópolis/SC – Maringá/PR.

A ANTT também autorizou a entrada de novas empresas para a prestação de serviços de fretamento e recadastrou uma série de companhias que já atuavam no mercado de fretamento interestadual.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Enio Truyts disse:

    Nossa , mudou minha vida em saber o quanto a ANTT está se esmeirando em solucionar essas questões mas está se lixando pros problemas dos caminhoneiros . Depois se dizem representantes da classe caminhoneira !!
    Só sabem cobrar impostos !!

  2. Paulo Elias Pires Viana disse:

    Peço a ANTT que reveja o pedido da Eucatur para a linha Florianópolis x Maringá PR pois precisamos de concorrência pois no Brasil as passagens rodoviárias são as mais caras do mundo pois o Brasil é o país do monopólio no transporte rodoviário.

    1. william sérgio disse:

      A Expresso Nordeste, também faz a Linha Maringá – Florianópolis, com ótimos carros.

  3. Marcio souza disse:

    Gosto muito de vcs esse jornal e espetacular sobre onibus e fantastico continue assim ok

Deixe uma resposta