Projeto de Lei de concessão das linhas da CPTM e do Metrô à iniciativa privada tramita na Alesp

Publicado em: 20 de junho de 2019

Linha 9 – Esmeralda desperta interesse da iniciativa privada. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte) – Clique para Ampliar

Governo Doria já declarou o interesse de conceder linhas e estações, a começar pela CPTM

ADAMO BAZANI

Já está em tramitação na Alesp – Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo um projeto de lei que regulamenta a concessão de linhas do Metrô de São Paulo (Companhia do Metropolitano de São Paulo) e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitano) para a iniciativa privada.

A matéria vai ser analisada pelos deputados estaduais.

Na prática, o Governo do Estado já pode conceder linhas em operação, como ocorreu com a linha 5-Lilás do Metrô, por exemplo, mas o projeto de lei 777 tenta estipular algumas normas, entre as quais sobre o aproveitamento e desligamento da mão de obra estatal concursada, prevendo, inclusive, programa de demissão voluntária.

“Caberá ao Poder Executivo o remanejamento dos funcionários concursados, a partir de reaproveitamento, programa de demissão voluntária ou à medida que melhor convier.”

Na justificativa, o projeto diz que o intuito é deixar mais eficientes as operações de transportes sobre trilhos e cita o exemplo da linha 4 – Amarela (CCR e RuasInvest) que, ainda segundo a proposta, tem aprovação dos passageiros e itens de conforto, segurança e informação que não são encontrados nas linhas públicas, como informações sobre os vagões (o nome correto é “carros”) mais vazios e sobre a previsão de chegada às plataformas.

“A presente proposição tem a finalidade de otimizar a prestação do serviço de transporte público para a população, especialmente do Metrô de São Paulo (Companhia do Metropolitano de São Paulo) e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitano), uma vez que o serviço privado tem, comprovadamente, prestado melhor serviço do que o público. A linha 4 (amarela) é uma iniciativa de contrato de parceria público-privada e que conta com aprovação ampla da população. Em nove anos, desde a sua inauguração, conta com índices de aprovação que superam 80%. Além disso, a referida linha operada por iniciativa privada é o único sistema atuante na América Latina que permite definir número de viagens, tempo de abertura das portas e até inclusão de mais trens na linha, de acordo com a demanda de passageiros, conferindo mais conforto ao usuário do transporte público.”

O governador de São Paulo, João Doria, desde a época de campanha anunciava um projeto de desestatização envolvendo diversas empresas públicas e concessões de serviços.

Na rede de trilhos, as primeiras linhas que devem ser concedidas, ao menos pelas demonstrações do Governo do Estado, são as 8 – Diamante (Júlio Prestes/Amador Bueno) e 9 Esmeralda (Osasco/Grajaú, com prolongamento previsto para Varginha), que são consideradas as mais lucrativas da rede da CPTM.

A concessão da linha 7 Rubi (Luz/Francisco Morato/Jundiaí) deve ser formalmente incluída no projeto de trem intercidades.

Além das operações das linhas, a gestão João Doria quer conceder à iniciativa privada as estações dos sistemas de trens e metrô.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Muitos de nos ja assistimos esse filme, Fepasa o retorno.

    Quanto a linha 4 Amarela do metro tem de se lembrar que ree uma linha recem construida e a tecnologia utilizada nos trens e no istema operacional permite melhor resultado

    Mas nao podemos esquecer que a linha 4 Amarela, nao segue em linha reta, tem estacoes e fluxo de passageiros mal projetados e que ainda nao opera a plena capacidade, vamos aguardar a inauguracao da estacao Vila Sonia.

    Quanto a linha lilaz pelo que temos visto, mesmo sendo PPP, na pratica a operacao tem deoxado a desejar.

    Quanto a CPTM, nao se pode esquecer que suas linhas sao de trens e tem um passivo pesado, infra estrutura de forma geral ainda carece de muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito investimento, bem como depende do ferroanel se tornar realidade.

    Ahhhhhhhh e tem mais um probleminha o qual persiste ha mais de 60 anos:

    CUIDADO COM O VAO E A ALTURA ENTRE O TREM E A PLATAFORMA

    XIIIIIIIIIIIIIIIIIII, ainda tem de considerar o desajio em funcao da natimorta linha 13 JADE.

    E uma questao complicada, pois quem quer comprar passivo problematico, fazer altos investimentos e ficar na duvida se havera lucro????

    Queremos o melhor para os cidadaos.

    Mas que tal pensar fora da caixinha.

    Por que a operacao publica nao pode ser igual a operacao PPP.

    Nao e saudosismo, mas ja assistimos esse filme e a linha Lilas ha controversias.

    Fica ai para rwflexao de todos.

    Att,

    Paulo Gil

    1. Paulo Gil disse:

      Complementando:

      1) Reduzindo o zilhão de leis que atrapalha e emperra todo o Barsil e o serviço publico (e também a inciativa privada), facilmente o serviço público e o Barsil terão a eficiência e eficácia do setor privado.

      2) Criar uma rede de linhas com micro buzinho ligando os trilhos a prontos principais da cidade (itinerário reto com base em cálculos matemáticos; com certeza o lucro dos trilhos aumentaria bem como facilitaria aos cidadãos de todo o Barsil.

      Sem contar que alavancaria a economia, pois deslocamentos mais rápido estimula os cidadãos a se movimentarem.

      Mas mesmo com as novas pizzas emergenciais, continua tudo dantes como no quartel de Abrantes.

      O 20/20 e o ziguezagcaranguejado da saudisa CMTC, mais de 60 anos e os itinerários e o intervalo continuam os mesmos.

      Sem contar que ontem ao utilizar a linha Jaraguá – Jaguaré, tinha um buraco tão grande na faixa da direita ou na faixa do buzão que o amortecedor do buzão não aguentou, batendo ferro com ferro e os passageiros sentiram o tranco.

      ACELERA SAMPA.

      BARSIL MUDA OU AFUNDA.

      Att,

      Paulo Gil

    2. Roberto biazioli disse:

      Mais e aí linha 6 laranja

  2. Benedito Aparecida Paulino disse:

    Oi bom dia é bom fazer bastante conexão com frente transporte antigo é melhor coisa que tem

    1. Eduardo Santos disse:

      A iniciativa privada brasileira que vive a custa do estado nunca prestou, não confunda com o empresário médio e pequeno, que suporta seus negócios e com seus recursos…A linha amarela foi uma obra construida pelo estado.. num contrato lesivo a este;;; A linha amarela mesmo quando tem falhas não são anunciadas na imprensa..braço comparsa dos sanguinários falsos liberais que parasitam o dinheiro publico…Se o privado fosse bom… as obras e os riscos ficariam com esses “empreendedores”…mas no modelo que é feito com o suporte estatal… ai não há riscos.. uma mentira….A Vale do rio doce é uma empresa privada que já aniquilou várias cidades e centenas de vidas, numa postura irresponsável em busca do lucro a todo custo….que no final é protegida pela midia…

      1. Moraes disse:

        Excelente comentário, parabéns!!!!
        Lucro acima de tudo, povão embaixo de todos

  3. andre luiz de souza disse:

    Bom dia
    Está matéria indica como o governo não consegue dar a população um transporte de qualidade
    É um atestado de incompetência
    E se estende aos funcionários que tb não se empenham pra melhorar o sistema
    Como vc não ser bom marido e em vez de melhor vc “dá “sua mulher pro vizinho

  4. BElisane Salgado Benedito disse:

    Bom tem que privatizar todos os serviços públicos,assim saberão o que é trabalhar com responsabilidade,ter sua carga horária cumprida,não enrolada,com atestados e dias que só enrolaram e adquire folgas

    1. Sandro disse:

      Quem saber um dia sai do papel, vamos rezar para deus

  5. JOSE LUIZ VILLAR COEDO disse:

    Isso mesmo! CPTM E METRÔ! JÁ PASSOU DA HORA DE PRIVATIZAR! Aí acaba essa palhaçada de GREVES IDEOLÓGICAS POLITIQUEIRAS E AFINS…

    1. Marcos Antonio disse:

      Beleza, é bom que quando vc for pedir pra embarcar de graça, os seguranças já arregaça vc no cassetete, ai vc vai ver a diferença.

    2. Carlos Henrique disse:

      Vc não sabe o que está dizendo,vc faz parte da boiada que segue seu rumo em direção ao precipício. Me indique uma privatização que foi boa para o Brasil e seus habitantes!!!! Todos que não estão no sistema público gostariam de estar ou querem ver os trabalhadores que lá estão na merda. Isso pra mim é pura INVEJA e falta de capacidade de ser aprovado em um concurso público. Pesquisem muito antes de sair tecendo comentários maldosos contra os trabalhadores que sacrificam muitas vezes as suas vidas em prol de realizar serviços de qualidade com recursos escassos oferecidos por essas empresas públicas sucateadas exatamente para mostrar a inverdade para pessoas manipuláveis assim como sua pessoa. Vê se acorda e vá estudar e respeito os trabalhadores em geral,tds tem suas vidas, problemas, famílias para sustentar e são seres humanos. Não generalize a questão de serem “vagabundos” que só pegam atestados e etc… RESPEITO É BOM E CONSERVA OS DENTES”…

  6. Telles disse:

    Linha vermelha é um Deus nos acuda!! Próxima estação Sé desembarque por cima do trem. É a quem carrega mais pessoas e já deveria melhorar isso é realmente privatiza la ao invés de criar novas linhas.

  7. Elias disse:

    Podia privatizar e a passagem ir pra 15 reais

    1. Valdemir disse:

      Lembro a todos que grandes centros não é possível melhorias. Principalmente em horários de Rush.
      Se melhorarmos na cptm muita gente passa a aderir a cptm e voltará o caos.
      E necessário políticas públicas para retirar grandes concentrações dos grandes centros.
      Distribuir a população para proximidades do interior.
      Sofremos devido a crescimento desorganizados…

      1. Valdemir, tudo que foi feito lá atrás foi milimetricamente medido. O ex secretario Jurandir Fernandes, numa palestra à paulistanos, usuários como eu, explicou detalhadamente a distribuição das linhas. Veja: No terminal Brás ficaram 4 linhas, incluindo o Metro leste, já na Luz ficaram 4 sendo que 2 são Metrôs, a azul e linha 4, e lá na Barra Funda ficaram (Luz-Morato, Julio Preste – Amador e linha laranja da leste), para não criar caos na hora do Rush. Ou seja muito bem distribuidos. A coisa está tão bem montada, que muitos usuários vem para o modal férreo, tanto é que saímos em 20 anos de 600 mil, para quase 3 milhões de transportados..ISTO NINGUÉM RECONHECE. abraços.

  8. Nestor Tupinambá disse:

    No mundo inteiro metrô e público (malha principal). Eficiência e custo da tarifa são incompatíveis com o lucro. Pimeiro esclarecimento : na Linha 4 passageiro e mais caro que no Metrô. GESP subsidia. Metrô é um dos raros no mundo a dar lucro .12 % em 2017. Segundo esclarecimento: MKBF de 6000km é um dos melhores do mundo, numa rede. Não se pode falar que a Linha 4 é mais eficiente que a rede metroviaria. É preciso abordar o assunto com dados técnicos. Quem projetou a Linha 4 foi o metrô . Claro que se aproveitando da tecnologia oferecida. Portas de plataformas, CBTC etc. E trens novos. No metrô trens com mais de 40 anos trafegam e bem. Lembram se do final da concessão da Light? Além do que os concezsionarios recebem a bilheteria em 24h. No metrô temos uma “espera”. Nestor Tupinambá

  9. Valdemir disse:

    Acredito que melhorar o serviço é fundamental. A saída seria tirar da administração pública a CPTM.
    Terceiriza apenas a administração. A parte operacional é competente e tem projetos para a empresa sex tornar um exemplo de empresa pública.
    Mas a má gestão pública bloqueia todas as iniciativas.
    Privatizar é sinônimo de demissão.
    Conceda para o funcionário da mesma forma que farão para a iniciativa privada.
    Garanto que os resultados serão melhores..

  10. Nelson disse:

    Esse índice de 80% da linha 4 amarela está bem abaixo das linhas da CPTM que em suas avaliações estão acima de 88%, linha 8e9 passam de 95% não sei porque isso não é divulgado e para quem não conhece o sistema PPP é fácil falar, o contrato é tão mal feito que o governo tira dinheiro do metrô para cobrir a linha amarela depois tira dinheiro da CPTM para cobrir o metrô, depois divulga que a Cptm dá prejuízo tem que passar para empresa privada, aí os desinformados acreditam simples assim.

    1. Paulo Gil disse:

      Nelson, boa noite.

      Concordo com você.

      A linha 4 Amarela deu lucro é na construção (passar debaixo do Rio Pinheiros, por exemplo), só a operação
      não dará lucro.

      Já tem ou vai ter a ação judicial de indenização de 500 milhões a ser proposta, em função do atraso da estação Vila Sonia.

      A linha em curvas não permitira o aumento da velocidade para ser mais produtiva; ai quando chegar no limite da produtividade é simples, sai pela esquerda a lá Leão da Montanha e devolve o bagaço da laranja ao estado depois de terem sugado todo o suco.

      Att,

      Paulo Gil

  11. Luciano disse:

    Boa Iniciativa! Sempre vemos a linha amarela funcionando quando a esquerda decide paralisar são paulo dizendo que é greve.

  12. Fato é que muitos que desejam a privatização, não pensam nas DEMISSÕES, num país que não consegue reduzir o índice de desempregados, em torno de 13 milhões…parece coisa do PT mesmo o 13. Por outro lado quem insiste na PRIVATIZAÇÃO não viveu o pior momento do transportes público , como passei em fins dos anos 80 e começo dos anos 90. Tudo era realmente lixo (funcionários, bandidos, estações depredadas, surfistas, banheiros fétidos, trens capengando e matando. E Mais >>> não pode esquecer que um parente seu possa ser um dos contemplados com VOCÊ ESTÁ DEMITIDO !

  13. Carlos disse:

    Antes de mais nada, quero deixar claro que essas empresas que hoje operam e desejam operar as linhas do metrô e CPTM vivem as custas do governo. Aí é fácil quando o contrato de concessão protege o ente privado de qualquer ônus ou prejuízo financeiro, como são os casos das linha 4 e 5 em São Paulo.
    As pessoas pensam que a iniciativa privada atuando nos serviços públicos vivem as sua próprias custas. Na verdade, o Estado se faz o fiel fiador do empreendimento, diferente da maioria das empresas brasileiras que, segundo o ditado, “matam um leão por dia” para sobreviverem.

  14. Carlos A. disse:

    Mais desemprego vem por aí aumentando o contingente de 2 milhões de desempregados. Esse é o estilo Dória, o homem que quer vender São Paulo -a jóia da coroa- e tornar-se presidente do Brasil.

  15. A. Alves disse:

    Só aguardando privatizarem tudo, a passagem chegar a 15 reais ou mais e ver a pobraiada chorando pra reestatizarem kkkkkk

  16. Gildazio Vicente de Oliveira Filho disse:

    O governo de São Paulo precisa ser ágil em passar para a iniciativa privada, uma vez que nas mãos do governo a coisa não vai bem. Além do mais, além do transporte público ser aquém das necessidades da grande São Paulo, os rios Tietê e Pinheiros precisam ser limpos. O escritório da empresa foi mudado a três semanas aproximadamente, e tenho que enfrentar aquilos rios fétidos. Será que o governador já utilizou o trem sentido Jurubatuba alguma vez?

    1. Eveline disse:

      Azar de quem acreditou num cara que diz que São Paulo é uma “cidade linda” com os rios que possui.

  17. Fábio Ribeiro Alves disse:

    Infelizmente não vejo nenhum boneco como e denominado os passageiros de ônibus pelos próprios motoristas pelegos , traidores e vendidos reclamarem dos mesmos quando atrasam 30 minutos até uma hora muitas vzs expostos a ação do tempo como chuva , sol , poluição , assaltos , agressão verbal a idosos , sem contar as carroças sucateadas e sujas … E ninguém reclama de nada … O metrô que tantos reclamam não pode se quer atrasar um minuto …. E já tem usuário reclamando … Sabe pq ? Os hipócritas sabem que não correm risco de morte ao se manifestar…os metroviários estão de parabéns pelos serviços prestados a população em vários sentidos pela organização , higienização , informação e atendimento ao usuário , educação , respeito e muitas vzs ainda dão conta de intinerario de ônibus e endereços fora de suas dependências …. Assistência a pessoas que se acidentam e passam mal até mesmo partos já realizaram…
    Pessoal por favor injustos … O metrô de Sãoão Paulo e um dos melhores do mundo e temos que nos orgulhar disso…o que precisa ser questionado são os governos e não os funcionários que diga se de passagem são os únicos guerreiros dessa história toda que ainda consegue entregar esse serviço que ainda tem qualidades sem entregar a patrões que só visam o lucro … Até hj não vi resultados positivos em uma privatização … Todos os empresários só lucrando e investindo nada…e muito cômodo comprar trechos das linhas já construídas , equipadas já pago com o dinheiro dos contribuintes … Fica fácil , índice de manutenção baixa … Instalações novas a conservação e barato … Pq não se interessam nas linhas antigas 1 e 3 ? Não criam outras alternativas de escoamento para não continuar o caos que é hj…pq tem que investir Muuuuuito dinheiro e isso empresário não quer … Td que se privatizou não funcionou e quando funciona vc paga duas vzs por isso ACORDA … AJUDA NÃO SÃO OS FUNCIONÁRIOS QUE TEM QUE PAGAR POR ISSO … OS ACONTECIMENTOS DE GREVES E MANIFESTAÇÕES É REFLEXO DE PASSIVIDADE DO POVO QUE ACEITA SER SOBREVIVENTE AO INVEZ DE “VIVER DIGNAMENTE”
    Precisamos mudar essa realidade…ir para cima dos opressores deixar de ser oprimido esse negócio de : ah eu tô pagando minhas continhas e tô comendo e o bastante e graças a Deus …” Pensamento de um povo passivo que vai voltar a receber CHICOTADAS de novo … SEJAMOS DIGNOS POR FAVOR!!!

    1. Noemi Maria Alves da Silva disse:

      Parabéns pela coerência e posicionamento. Concordo quea privatização só dá lucros a quem investe e não a quem usufrui dos serviços que sempre são deficitários e de má qualidade.

  18. Noemi Maria Alves da Silva disse:

    Como sempre, o governo do PSDB quer passar a sua responsabilidade de melhoria nos transportes públicos, privatizando-o, mesmo sabendo que as privatizações nunca melhoram em nada a oferta de serviços, acredito que não seja necessário citar as companhias de água e abastecimento, energia elétrica e de telefonia, pra não incluir a vale que, nos últimos anos só tem trazido lucro a eles e prejuízos a população.
    Totalmente iresponsável esse governo de Doria, já o era na prefeitura.

  19. Marciano Barreto disse:

    A privatização é a solução!? Já utilizaram a Supervia lá no Rio!? O problema não é ser estatal ou privado, o problema é GESTÃO. Simples!

  20. Lauro Guzmán disse:

    Quando o Governo fala em privatizar, admite que é incapaz de administrar, o que é absurdo para um governador que se vendeu como “gestor”.

    É claro que a Linha 4 tem melhores resultados. É igual você comparar um Corolla 2015 com um Monza 1990. Mas no final, ambos te levam ao seu destino se estiverem com a manutenção em dia.

    Imagine que você tem um restaurante. O número de clientes duplicou em dez anos mas você manteve a mesma infraestrutura e pessoal. Os clientes começam a reclamar de atrasos na entrega dos pratos e das filas para sentar. Você, como dono, pensaria em vender seu restaurante acreditando que isso resolveria o problema?

    Se sua resposta for sim, você é um péssimo gestor.

    E não preciso falar em outros exemplos que fracassaram aqui mesmo no país. Não acho que precise citar o Metrô do RJ e a Supervia…

    A lógica das privatizações no Brasil segue apenas um propósito: obter financiamento para as futuras eleições.

  21. Claudio disse:

    Procurei no portal da ALESP esse tal PL 777/2019

    De onde tiraram isso?

    RESPOSTA
    Consultar Diário Oficial do Estado de São Paulo, aliás, está printado, mas consulte lá isso. Só cai na segunda no sistema da Alesp

  22. Marcelo Lopes Mariano Vargas disse:

    Demoro..tira este cabide de emprego…melhore o serviço que extremamente caro e péssimo..sou a favor da privatização de tudo..

  23. David disse:

    Simplesmente assim pega-se uma linha de metrô construída pelo estado que arca com todos os custos tecnologicos surge a linha 4 amarela que foi passada a iniciativa privada em contrato sem risco algum e com a tarifa por usuário sendo complementada pelo metrô estatal pq lá a tarifa é mais cara, só os desinformados não sabem disto e aí vem um usuário inútil do sistema e imagina que foi a ccr que cavou o buraco pro trem passar e com uma imbecilidade tremenda compara uma linha recém inaugurada com um sistema que já está aí há 50 anos.

    É o mesmo que dizer que um fusquinha 66 tem mais qualidade que um new Beatles.

  24. Ismael Junior disse:

    Sou a favor da privatização, mas desde que vários consórcios e empresas assumam a parada. Pelo que se vê apenas uma única empresa tá interessada em quase toda a malha ferroviária. Já que falam tanto em privatizar, cadê a linha 6, que faz quase três anos que tá parada deixando diversos buracos e terrenos baldios na cidade? Como usuário frequente da CPTM há 12 anos (mais na linha 7 em questão) pode-se dizer que melhorou, embora há muito o que melhorar. Se for pra evoluir, que privatize, mas em casos assim tem que haver concorrência, e não monopólio…

  25. Rodrigo Zika! disse:

    Só vão privatizar linhas que funcionam razoavelmente, uma linha 3 por exemplo, que e a que tem mais problemas no metro não vão fazer isso, do que adianta.

    1. David disse:

      Bobagem vc pensar isto o que vale é a garantia de lucro e se der problemas todos iram mencionar que é o metrô que não funciona e não a concessionaria.
      O mesmo já acontece na linha 5 que funciona precariamente sobre a batuta da ccr.
      O problema é gestão e todos sabemos que é o metrô estatal que paga pelas melhorias do sistema privado só cego não enxerga isto.

  26. David disse:

    Torço para que com a privatização as empresas privadas que já operam somente até às 00:00 horas enquanto o metrô estatal funciona nas integrações até 00:40 permitindo aos seus usuários fazerem embarques entre as linhas 1,2,3 e que a iniciativa privada tbm encerre as integrações visto que e um benefício concedido pelo metrô estatal tbm acabe e que cada usuário pague do próprio bolso estas integracoes.

  27. Savio disse:

    O Governo deveria buscar parcerias para construção de NOVAS LINHAS, a PPP Linha 6 foi um fracasso porquê? O grande problema da mobilidade em São Paulo é a falta de opções de transporte de grande capacidade!!! Sejam empresas privadas ou públicas precisamos de NOVAS LINHAS JÁ, a começar pela linha 6…

  28. João disse:

    Os Sindicato que representam os trabalhadores da CPTM são absolutamente vendidos e também responsáveis pelo desmanche proposto por esse governo neoliberal. Foi lamentável sua atuação na última tentativa de greve geral, roendo a corda no último minuto e deixando sozinho o sindicato dos Metroviário. Grande Covardia!!!

  29. Diego disse:

    Boa noite ! Eu acredito que a privatização vai acabar com a atual corrupção,desvio de verbas públicas feitas por órgãos públicos vinculado ao governo federal estadual,municipal neste sentido o governo atual está de parabéns a linha 4 amarela está de parabéns,segurança entre o vão e plataforma transmite segurança para os usuários enquanto as outras linhas,ficam parada as vezes por falta de administração por causa de gréve na minha opinião tem que privatizar todas as linhas e diversos locais como prefeitura câmara etc.

Deixe uma resposta