Operação Lata Velha recolhe 68 veículos abandonados em Santo André

Publicado em: 16 de junho de 2019

Para retirar veículo do pátio, proprietário deverá pagar as pendências financeiras. Foto: Divulgação / Alex Cavanha.

Ação foi realizada pelo Departamento de Engenharia de Tráfego nos últimos dois meses

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Santo André, no ABC Paulista, informou, por meio de nota, que recolheu 68 veículos abandonados na cidade nos últimos dois meses. A ação foi realizada pelo DET (Departamento de Engenharia de Tráfego) do município.

Segundo a administração municipal, situação de abandono é caracterizada por qualquer veículo estacionado em local público e com sinais aparentes de má conservação, como ferrugem, pneu murcho, sujeira, vidros quebrados e mato.

A partir do momento em que um munícipe registra reclamação sobre veículo abandonado, agentes do DET realizam uma vistoria preliminar no local e afixam uma notificação no automóvel, caso esteja com placa.

Se nenhuma providência for tomada por parte do proprietário ou responsável após cinco dias da data de notificação, o automóvel é considerado abandonado e poderá ser guinchado a um dos pátios municipais.

“Nos casos de veículos sem placa estes são considerados sucatas e podem ser removidos sem aviso ou notificação. A remoção poderá ser realizada em até 15 dias após o registro da denúncia”, informou a Prefeitura, em nota.

SOLICITAÇÕES

A proporção no número de solicitações registradas por moradores para a retirada de veículos abandonados aumenta a cada mês, segundo levantamento feito pela Prefeitura.

Em abril foram registradas 65 solicitações de munícipes, muitas delas com mais de um veículo abandonado por pedido. Ao todo, foram emitidas 74 notificações e recolhidos 12 automóveis, cujos proprietários não apareceram.

Em maio o número de solicitações de munícipes foi de 150, resultando em 158 notificações para retirada dos veículos das vias públicas. Destas, 56 não foram atendidas pelos proprietários e os automóveis foram recolhidos.

Considerando os meses de abril e maio, a Prefeitura recolheu 68 veículos abandonados das ruas. Os automóveis recolhidos são carros de passeio, segundo a administração municipal.

RETIRADA DO PÁTIO

Caso o veículo seja guinchado e posteriormente o dono tenha interesse de retirá-lo do pátio, o proprietário deverá pagar as pendências financeiras (multas, licenciamento, IPVA) junto ao Detran e retirar um ofício de liberação, segundo a Prefeitura.

“No pátio o responsável deve arcar com o valor da diária (R$ 35,24 para veículos de passeio e R$ 50,85 para caminhões), custos da apreensão e remoção (R$ 113,30) e os custos do guincho (R$ 261,63). Nos casos em que o veículo recolhido não é requerido pelo proprietário, este vai a leilão no prazo de 180 dias.”

LEGISLAÇÃO E DENÚNCIA

A recolha de veículos em estado de abandono é fundamentada pelo decreto municipal 14.753 de 2002, que regulamenta a Lei nº 7.668, de 16 de junho de 1998, alterada posteriormente pela Lei nº 8.215 de 11 de julho de 2001 e que dispõe sobre o recolhimento de veículos e carcaças de veículos abandonados nos logradouros do município.

Qualquer cidadão pode denunciar o abandono de veículos para a Prefeitura pelo telefone 0800 0191944, na Praça de Atendimento no Paço Municipal ou nos Postos SIM da Prefeitura.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia

    BOAS NOVAS!

    Ação de suma importância em tempos de dengue, esta é uma grande eliminação de criadouros e focos do mosquitinho Aedes aegypti.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta