ANTT recadastra empresas Ribe Transporte e Viação São Bento para transporte regular de passageiros

Publicado em: 13 de junho de 2019

Foto: Ismael Toledo Junior

Agência autorizou ainda várias viações a operarem em regime de fretamento

ALEXANDRE PELEGI

A ANTT- Agência Nacional de Transportes Terrestres publicou nesta quinta-feira, 13 de junho de 2019, uma série de deliberações relativas a empresas de ônibus interestaduais em regime regular e de fretamento.

Pelas deliberações nº 673 e 674, a Diretoria Colegiada da Agência autorizou o recadastramento das empresas Viação São Bento Ltda e Ribe Transporte Ltda para que possa continuar prestando serviço regular de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros.

LINHAS

Com relação a linhas interestaduais, pela Deliberação nº 661 a ANTT tomou ciência da alteração da Licença Operacional da empresa Real Expresso Ltda no que se refere à retirada da seção Brasília (DF) – Ituverava (SP) operada na linha Brasília (DF) – Ribeirão Preto (SP), prefixo nº 12-0196-00, e ao atendimento do mercado por meio da Linha Brasília (DF) – Araraquara (SP), prefixo nº 12-0193-00.

Já pela Deliberação nº 662, a Agência negou o pedido de autorização emergencial pleiteado pela empresa Auto Ônibus Del Oeste Ltda para operar o mercado Itumbiara (GO) – Araporã (MG).

A ANTT anulou ainda a Deliberação nº 132, expedida em 22 de janeiro de 2019, que autorizava a implantação da linha Brasília (DF) – Unaí (MG) à empresa Realsul Transportes e Turismo Ltda. Com isso, teve de alterar a Licença Operacional – LOP nº 55 da empresa para excluir esta linha, sob prefixo nº 12-0397-00.

FRETAMENTO

AUTORIZAÇÃO

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Transportes Terrestres, por meio de duas deliberações (663 e 672) autorizou 54 empresas para a prestação do serviço de transporte rodoviário coletivo interestadual e internacional de passageiros em regime de fretamento. Veja os quadros abaixo com os dados das viações:

13_JUNHO_QUADRO_0113_JUNHO_QUADRO_02

RECADASTRAMENTO

Ainda sob regime de fretamento, pela Deliberação nº 675 a ANTT recadastrou ainda 27 empresas para que possam continuar prestando serviços de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros

13_JUNHO_QUADRO_03

PENALIDADES

Por fim, a ANTT institui pena de inidoneidade às empresa Angyl Viagens e Turismo Ltda (pelo prazo de 3 anos) e ATM Viagens e Turismo Ltda (pelo prazo de 5 anos).

Já a empresa Proença de Souza e Cia Ltda – ME recebeu pena alternativa de multa no valor de R$ 4.500,00.

Para ver as publicações originais do Diário Oficial:

A_13_JUNHO_antt

B_13_JUNHO_antt

C_13_JUNHO_antt

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Rogerio Belda disse:

    Prenuncio das mudanças que ainda ocorrerão na prestação de serviços de TRASPORTE PUBLICO e também nos de INTERESSE PUBLICO. Não há
    como esquecer este assunto no Congresso da ANTP que se avizinha. Belda

Deixe uma resposta