SPTrans intensifica divulgação de nova data para troca de Bilhete Único antigo dos ônibus, CPTM e Metrô

Publicado em: 1 de junho de 2019

Ônibus do sistema da capital paulista. Bilhete Único também é aceito nos trens da CPTM na Grande São Paulo e no Metrô. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte) – Clique para Ampliar

Gerenciadora colocou comunicados nos 14 mil ônibus da cidade. Como mostrou o Diário do Transporte, a partir de 1º  de outubro, quem tiver modelos antigos perde créditos acima de dez passagens

ADAMO BAZANI

A SPTrans – São Paulo Transporte, gerenciadora do sistema de ônibus da cidade, começa a intensificar a divulgação da nova data limite para os passageiros utilizarem o saldo excedente a dez passagens atuais (R$ 43,00) nos cartões do Bilhete Único comum que foram emitidos antes de 2014 e os anônimos.

O passageiro tem até o dia 30 de setembro para utilizar estes créditos. Se quiser continuar possuindo valores superiores a dez passagens, o usuário deve trocar o bilhete antigo comum por um modelo novo.

A troca deve ser feita em um posto de terminais de ônibus da capital paulista, mas antes, o passageiro deve fazer um cadastro no site da SPTrans (Veja abaixo os procedimentos).

Anteriormente, a data limite para a troca era 1º de junho, o que ocasionou longas filas em diversos terminais e acúmulo de dados no sistema do Bilhete Único.

Agora, com a nova data, não é mais necessária correria, mas também o passageiro não deve deixar a troca para a última hora.

Nesta semana, os 14.322 ônibus estão com comunicados do “Jornal do Ônibus”, da SPTrans, informando sobre a nova data-limite para a troca, que é 30 de setembro.

A troca dos cartões é uma das medidas para tentar coibir as fraudes com o Bilhete Único.

 

TROCA DO BILHETE ÚNICO – VEJA AS PRINCIPAIS INFORMAÇÕES

Data-Limite para a troca: 30 de setembro de 2019.

 

Quais cartões que precisam ser trocados? Os cartões do BILHETE ÚNICO COMUM emitidos antes de 2014 e os que não são personalizados. Na parte de trás do bilhete, há a especificação dos modelos do cartão. Entre os que devem ser trocados estão os modelos de cartões Classic 1K, códigos 52 e 59; II – Cartão Plus 4K, código 110.

 

O que acontece se não houver a troca dentro do prazo? O passageiro perde o saldo a partir de dez passagens (R$ 43,00).

 

Como deve ser a troca?

 

A transferência de saldo do bilhete antigo para o bilhete novo não é na hora e não é só chegar ao posto.

– Primeiro, o passageiro que tem Bilhete Único Comum emitido antes de 2014 ou Anônimo deve entrar no site da SPTrans e se cadastrar enviando uma foto. Tem de ser foto estilo de documento, não pode ser, por exemplo, selfies, em cenários, de lado, corpo inteiro ou com outras pessoas junto. É necessário preencher uma série de dados.

 

– O link para cadastro da foto e dos dados é:

http://sptrans.com.br

 

– Confirmado o cadastro, o passageiro deve ir ao posto da SPTrans com o cartão antigo e documento oficial com foto, como RG ou CNH – Carteira Nacional de Habilitação.

 

– O saldo do Bilhete antigo só vai estar disponível no novo depois de 72 horas, quando o passageiro deve voltar ao posto e validar.

 

Quem precisa trocar o Bilhete Único?

 

Somente quem possui no mesmo cartão as seguintes situações:

– utiliza somente crédito Comum;

– não tem créditos vale-transporte;

– o cartão foi emitido antes de 2014 ou é anônimo; e

– não utilizará o excedente de crédito comum acima de R$ 43 até 30.09.2019.

A SPTrans calcula que em torno de 50 mil cartões com códigos 52, 59 e 110 precisam ser trocados.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. José Aparecido Da Silva disse:

    Estou tentando reta,Dr o cadastro e não consigo, eles enviam um link só que não abre.

  2. Francisco Valter De Sousa disse:

    A SPTrans se não o fez ainda precisa fazer é colocar outros pontos para a troca de bilhetes, inclusive em outras cidades exemplo Itaquaquecetuba, Ferraz, Mogi e demais pois se usa o bilhete único na CPTM e só sabemos que só tem posto na capital e nem em todos eles fazem a troca, eu por exemplo fui a cidade Tiradentes e quando cheguei no terminal me informaram que eu teria que ir no centro de São Paulo na rua 15 de novembro, e se tem 100 pessoas lá? Agilize isso aí SPTRANS…

  3. Felipe disse:

    É nescessário tomar cuidado com o posto de santana, ja ouvi 2 pessoas humildes que foram fazer o novo bilhete e tiveram empurrados em cima delas o bilhete velho sem cadastro com foto com um valor acima do tabelado pela sptrans

  4. Quem só usa vale-transporte não precisa trocar? Mas na parte de trás do cartão tem o código 59… Muito confuso.

  5. Marcio disse:

    É um roubo ter pagar taxa para o cartão novo.

    E também não aceita o Cid universal 10 e mundial por tanto só tenho a dizer que a SPTRANS é uma pilantra que não cumpre o que diz sobre o custo beneficio do passageiro

  6. Rodrigo Zika! disse:

    Boa noite Adamo, o meu bilhete e pela empresa com o meu nome, porém e o numero 59, terei que trocar?

    1. blogpontodeonibus disse:

      Bom dia.
      Se é VT, não agora

      1. Rodrigo Zika! disse:

        Bom fiz consulta no site do SPTrans e diz que ele não e cadastrado, mas esta ativo, por questão de evitar problemas, prefiro cadastrar um novo, obrigado por responder.

  7. Edvaldo Celestino de Andrade disse:

    Quando é q vai voltar a valer 4 passagens para a recarga VT?

  8. Ilson disse:

    Lamentável a postura da SPTrans. Parece que faz de tudo para dificultar a vida do cidadão. Parece que quer que aqueles que optaram pelo ônibus voltem a querer andar de carro. Isso é coisa de país desorganizado. Nós países desenvolvidos todos andam de transporte público porque funciona bem e é confiável. Por que não aumentam a fiscalização dos horários ao invés de ficar inventando dificuldades. Fiz meu cadastro e fui trocar o bilhete. Me deram um sem foto, dizendo que agora não precisa mais da foto. Eu queria transferir só o excedente dos créditos, mas disseram que não é possível. Mas disseram que eu não pwrderia’ que poderia usar mesmo depois do prazo até chegar no limite. Agora dizem que vou perder o excedente. São péssimos.

  9. Rodrigo Zika! disse:

    Adamo me tira outra duvida, apos se cadastrar no site da SPTrans, qual o prazo pra ir retirar o novo bilhete? Como vou ser notificado?

    1. blogpontodeonibus disse:

      72 h e não há notificação

  10. Sonia Barreto disse:

    Esses prefeitos só inventam coisas para tomar nosso tempo, ninguém merece a demora na sptrans.

  11. Igor Krisztan disse:

    A empresa em que trabalho deposita o valor do VT em minha conta e eu faço a recarga. A partir de 30/09 não poderei carregar a valor para o mês inteiro?

    1. blogpontodeonibus disse:

      A medida só atinge o BU Comum

  12. Vanessa Lima disse:

    Adamo boa noite!

    Caso eu não consiga solicitar o novo bilhete unico até 30/09.Após essa data, conseguirei carregar as 10 viagens (R$ 43,00) ?

    1. blogpontodeonibus disse:

      Sim, obedecendo a este limite

Deixe uma resposta