Sem acordo com empresários, rodoviários definem greve em Salvador

Publicado em: 10 de maio de 2019

Rodoviários precisam publicar edital 72 horas antes de iniciar a greve. Foto: Divulgação.

Paralisação será realizada a partir da semana que vem, ainda sem data para início do movimento

JESSICA MARQUES

Sem acordo com empresários, os rodoviários decidiram entrar em greve em Salvador, na Bahia. A paralisação será realizada a partir da semana que vem, mas a categoria ainda não definiu uma data para início do movimento.

Nesta sexta-feira, 10 de maio de 2019, foi realizada uma reunião entre o sindicato dos rodoviários e a Associação das Concessionárias do Serviço de Transporte Público de Passageiros por Ônibus Urbanos de Salvador.

O encontro foi mediado pela Superintendência Regional do Trabalho e Empregos, mas mesmo assim a reunião terminou sem acordo entre as partes.

À mídia regional, a categoria informou que está reivindicando 8% de reajuste salarial, 15% de aumento no vale-alimentação e criação de banco de horas. Contudo, segundo os rodoviários, a proposta inicial feita pelos empresários foi de um reajuste salarial de 2,7%.

Para iniciar a paralisação, os rodoviários devem antes publicar um edital informando a população a greve pode iniciar apenas após 72 horas, conforme informado pelo sindicato à mídia local. O documento ainda não foi publicado.

Cerca de 13 mil rodoviários, motoristas e cobradores, estão em estado de greve desde o dia 03 de maio, reivindicando direitos trabalhistas e reajuste salarial.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta