Atende concorre a Prêmio Marca Brasil na categoria ‘Reabilitação de pessoas com deficiências’

Publicado em: 7 de maio de 2019

Votações vão até 31 de maio. Foto: Eric Bonfim / Divulgação.

Serviço é prestado pela SPTrans na capital paulista

JESSICA MARQUES

O Atende+ está concorrendo ao Prêmio Marca Brasil na categoria “Reabilitação de pessoas com deficiências”. O serviço é prestado pela SPTrans na capital paulista.

Vencedor de sete edições, o Serviço de Atendimento Especial (Atende+) concorre pela oitava vez. A premiação é uma das mais importantes do país e possui dez categorias, incluindo “Reabilitação de pessoas com deficiências” na qual o Atende+ disputa.

As votações estão abertas até 31 de maio pelo site www.premiomarcabrasil.com.br, conforme informado pela SPTrans, por meio de nota.

O Atende+ é uma modalidade de transporte gratuito de porta a porta, gerenciado pela SPTrans e destinado às pessoas com autismo, surdocegueira e deficiência física severa impossibilitadas de utilizar o transporte coletivo por ônibus.

“Além do Marca Brasil, o Atende+ recebeu o IX Troféu Sérgio Del Grande, em 2013, e a Salva de Prata da Câmara Municipal de São Paulo, em 2016. Tantas premiações reconhecem o serviço de qualidade oferecido há 22 anos”, informou a SPTrans, em nota.

Na última pesquisa de satisfação realizada em 2018, o serviço foi aprovado por 99,6% do público entrevistado. Em 1996, primeiro ano de atividade, o serviço contabilizou 3.247 atendimentos a pessoas com deficiência. No último ano, a quantidade chegou a 873.816, considerando todo o ano de 2018.

De acordo com a SPTrans, o serviço que começou com 35 vans opera hoje com 450 e vai superar o número de 500 veículos com a nova licitação do transporte público.

“Recentemente, os veículos receberam nova configuração para facilitar a identificação pelas pessoas com deficiência. O transporte atingiu a marca de 1,5 milhão de quilômetros rodados por mês”, informou a SPTrans.

Atualmente, são cerca de 1.500 motoristas, 58 funcionários no cadastro dos usuários, 21 monitorando a operação e 23 postos de atendimento. Além disso, outras áreas da SPTrans são envolvidas indiretamente com o serviço, como inspeção de frota, projetos de adaptação de veículos, informática e fiscalização.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Deixe uma resposta