Confederação Nacional do Transporte realiza cerimônia de posse da nova diretoria e homenageia personalidades do setor

Vander Costa e os vice-presidentes da CNT. Foto: Divulgação / Imprensa CNT.

Na ocasião, presidente da ViaQuatro e ViaMobilidade recebeu medalha da Ordem do Mérito do Transporte

JESSICA MARQUES

A CNT (Confederação Nacional do Transporte) realizou nesta quinta-feira, 28 de março de 2019, a cerimônia de posse da nova diretoria. Durante o evento, tomaram posse o novo presidente Vander Costa e os membros da nova diretoria da instituição​ para o período 2019-2023.

O empresário mineiro do transporte rodoviário de cargas substitui Clésio Andrade, que esteve à frente da Confederação nos últimos anos. Vander Costa também assume a presidência dos Conselhos Nacionais do SEST e do SENAT e do ITL (Instituto de Transporte e Logística).

A nova estrutura da CNT já está disponível no site da confederação, em http://www.cnt.org.br/Paginas/estrutura-cnt, com os nomes de todos os membros.

Durante a cerimônia, o presidente exaltou o fato de Clésio Andrade ter criado o SEST SENAT, instituição que há 25 anos promove a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores do transporte por meio da prestação de serviços de qualificação profissional e atendimentos de saúde gratuitos.

“Meu agradecimento especial ao presidente Clésio, que me deu todo o apoio na fase de transição, se comportando como um mestre que ensina o caminho ao aprendiz”, afirmou.

Costa também destacou o trabalho desenvolvido pela CNT com as pesquisas e estudos produzidos pela entidade, além da atuação junto aos Três Poderes para aprovar temas de interesse do setor, como a legislação de controle de jornada dos motoristas e a reforma da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).

O presidente também mencionou, durante o discurso, a criação do ITL, que atua, desde 2013 na qualificação de gestores do transporte disponibilizando cursos de capacitação ministrados por renomadas instituições de ensino como a Fundação Dom Cabral, a Embry-Ridle Aeronautical University e a DB Rail Academy, conforme informado pela CNT, em nota.

Na ocasião, Vander Costa também criticou o sistema de outorgas nos leilões realizados pelo governo.

“Quem paga mais outorgas tem custo mais alto e a consequência são tarifas mais caras. Tarifas mais caras significam transporte mais caro, aumentando o Custo Brasil, que reconhecidamente é um dos problemas para o desenvolvimento sustentável”, avaliou.

​Entre as principais bandeiras a serem defendidas por Vander Costa durante a sua gestão está, em primeiro lugar, a defesa do Sistema S.

“No final do ano passado, o ministro Paulo Guedes afirmou, em discurso, a intenção de dar uma ‘facada no sistema’. Vimos a declaração como a posição de quem não tem conhecimento pleno dos benefícios que o sistema traz para a sociedade brasileira”, considerou, mostrando-se contra corte de recursos.

PREMIAÇÃO

Na mesma solenidade, também foi realizada a cerimônia de entrega da Ordem do Mérito do Transporte Brasileiro – Medalha JK. Neste ano, 15 personalidades do transporte foram reconhecidas por sua destacada atuação junto aos diversos segmentos, tanto na área de cargas quanto na de passageiros.

A premiação, instituída em 1991, possui três graus de honrarias: Grã-Cruz, Grande Oficial e Oficial. O grande homenageado foi o presidente da Fetransportes (Federação das Empresas de Transportes do Estado do Espírito Santo) e membro efetivo do Conselho Fiscal da CNT, Jerson Antonio Picoli.

“É com grande emoção que recebo essa honraria. Acompanhei o presidente Clésio Andrade na criação do SEST SENAT e tive a oportunidade de participar da instalação de várias Unidades Operacionais no meu estado. Estou totalmente realizado e pronto para continuar, agora, com o presidente Vander”, disse.

O presidente das concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade, Luís Valença, também recebeu a Ordem do Mérito do Transporte, a Medalha JK. A ViaQuatro e a ViaMobilidade são responsáveis pela operação e manutenção das linhas 4 e 5 de metrô de São Paulo, respectivamente.

“Estou muito honrado por ser o representante do setor de transporte de passageiros sobre trilhos nesta cerimônia e por receber a Ordem do Mérito do Transporte da CNT, uma instituição que há mais de duas décadas está na vanguarda ao representar trabalhadores, empresários e agentes do transporte. Essa homenagem nos fortalece no desafio de buscar soluções que favoreçam a mobilidade urbana”, afirmou Valença.

ATUAÇÃO DE LUÍS VALENÇA

Luís Valença, presidente da ViaQuatro e ViaMobilidade, em cerimônia realizada em Brasília na última quarta-feira, 27

Em nota, as concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade destacaram a atuação de Luís Valença no mercado de transportes. Confira:

Graduado em Matemática, com especialização em Administração de Empresas e extensão em Administração de Tecnologia de Informação, Valença ocupa, desde agosto de 2018, o cargo de presidente das concessionárias. O executivo já exerceu o cargo de gestor de atendimento da CCR AutoBan e de diretor-presidente da CCR EngelogTec e CCR Metrô Bahia.

Após passar pela CCR AutoBan, CCR Actua e CCR EngelogTec, Valença tornou-se diretor presidente da ViaQuatro e ficou no cargo entre 2006 e 2014. À frente da concessionária, foi o responsável pela implantação da primeira Parceria Público-Privada (PPP) do Brasil, a Linha 4-Amarela de metrô. Participou ativamente da contratação e implantação de trens e do sistema de automação integral (driverless), tornando a ViaQuatro pioneira na utilização dessa tecnologia na América Latina para transportar mais de 750 mil passageiros por dia, com altos níveis de satisfação dos clientes.

No intervalo de 2015 a 2018, Valença foi presidente da CCR Metrô Bahia, onde implantou o sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas com a operação de 20 estações, em 29 km de via.

De volta a São Paulo, Valença assumiu em agosto de 2018, o cargo de presidente da ViaQuatro e ViaMobilidade. Segundo o executivo, o atual desafio é desenvolver e aperfeiçoar os modelos de transportes sustentáveis. “As concessionárias trabalham incessantemente para oferecer serviço de qualidade aos passageiros, investem nas melhores tecnologias e estão sempre olhando para o futuro. Temos o compromisso e a missão de desenvolver o transporte de passageiros sobre trilhos no país”, finaliza o executivo.

Confira a lista dos agraciados da Medalha JK:
Grã-cruz
Jerson Antonio Picoli
Grande Oficial
Silvio Valdemar Tamelini
Sérgio Luiz Pedrosa
Luiz Gonzaga Gonçalves
Jovelino de Gomes Pires
Tarcísio Gomes de Freitas
Jeferson Domingues de Freitas
José Adriano Donzelli
Oficial
Edmundo de Carvalho Pinheiro
José Marciano de Oliveira
Sergio Antônio de Oliveira
Dino Antunes Dias Batista
Luís Augusto Valença de Oliveira
Tarcísio Gargioni
Márcio Albuquerque Madruga
Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta