Vereadores de Goiânia aprovam projeto proibindo reajuste na tarifa sem melhorias no transporte público

Publicado em: 20 de março de 2019

Projeto foi votado um dia após o anúncio da AGR sobre o reajuste da tarifa. Foto: Divulgação.

Audiência pública também foi definida por meio de votação entre parlamentares

JESSICA MARQUES

Os vereadores de Goiânia, em Goiás, aprovaram um projeto proibindo o reajuste da tarifa de ônibus sem melhorias no transporte público. A medida foi discutida após o anúncio de que a AGR (Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização dos Serviços Públicos) aprovou um aumento.

O projeto de lei é de autoria da vereadora Tatiana Lemos e foi aprovado nesta terça-feira, 19 de março de 2019, um dia após o anúncio da AGR sobre o reajuste da tarifa.

“O transporte coletivo de Goiânia é de péssima qualidade, com falta de ônibus, atrasos e outros absurdos. O que se observa é apenas a ganância dos donos das empresas em ganhar mais dinheiro. Essas empresas são uma caixa-preta, pois ninguém tem acesso às planilhas de custos. Se o projeto for aprovado esta semana teremos condições de inviabilizar esse aumento”, afirmou Tatiana.

Além disso, o plenário aprovou igualmente o requerimento do vereador Felizberto Tavares, para a realização de uma audiência pública na Câmara para debater o assunto.

“Esta Casa vai tomar uma posição sobre o assunto. Concordo que novas licitações vão baratear o preço das passagens”, disse o presidente da Câmara, GCM Romário Policarpo, em nota.

A CMTC (Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo) sugere um aumento que varia de 7,2% a 7,5%. Desta forma, a tarifa, que hoje está em R$ 4, pode passar a R$ 4,25 ou R$ 4,30. O valor ainda não foi definido.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/03/18/agr-aprova-reajuste-e-tarifa-de-onibus-pode-chegar-a-r-430-na-regiao-metropolitana-de-goiania/

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

Deixe uma resposta