Doria anuncia estação para a Linha 9-Esmeralda da CPTM

Publicado em: 15 de março de 2019

Obra foi oferecida ao Estado pela construtora Tegra, após o que o Governo abriu Chamamento Público, como consta no Diário Oficial de duas semanas atrás

ALEXANDRE PELEGI

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou em coletiva na manhã desta sexta-feira, 15 de março de 2019, que a Linha 9-Esmeralda da CPTM– Companhia Paulista de Trens Metropolitanos terá uma nova estação totalmente reformada e equipada pela livre iniciativa.

A estação João Dias estará localizada entre as estações Santo Amaro e Granja Julieta, na Zona Sul da capital paulistana.

O investimento será de R$ 60 milhões, com prazo de execução de 37 meses, com atendimento estimado para 10,5 mil usuários.

Tão importante quanto essa obra, é o fato de que ela será paga integralmente pelo setor privado, e ainda estabelece um novo modelo para licitações na CPTM”.

Ainda segundo o governador, todas as estações da Companhia passarão a ter o “padrão metrô”, o que foi repetido pelo Secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

São estações seguras, com um grau de conforto maior, acessibilidade plena, com sinalização em padrão internacional”, concluiu o governador.

brookfield towers

Foto: Divulgação

ESTAÇÃO JOÃO DIAS FOI PROPOSTA POR CONSTRUTORA DE CONJUNTO HABITACIONAL

A obra não é novidade.

O Diário do Transporte já anunciou no último dia 1º de março que a CPTM havia aberto procedimento de manifestação de interesse pela iniciativa privada para receber doações sobre direitos de propriedade para a construção da estação João Dias, da linha 09 – Esmeralda.

O procedimento foi necessário diante da oferta para a CPTM de doação da TG São Paulo Empreendimentos Imobiliários S.A. – Tegra, antiga Brookfield São Paulo Empreendimentos Imobiliários S.A.. A empresa ofereceu os direitos sobre propriedade de unidade autônoma em condomínio do empreendimento imobiliário, com torres residenciais, que possui ao lado da área correspondente à futura estação.

Relembre: Empresa oferece doação para a Estação João Dias da linha 9 e CPTM abre manifestação de interesse à iniciativa privada

A construtora Tegra faz a doação com propósito específico de implantar a estação João Dias, com a execução das obras e o projeto “contemplando o edifício de acesso, a plataforma de embarque e desembarque e a passarela de acesso, sobre a Avenida das Nações Unidas, que interligará a estação à plataforma de embarque, além da infraestrutura ferroviária da Linha 9 – Esmeralda, que inclui realocação temporária da rede aérea e sinalização ferroviária”.

Outras empresas ou consórcios devem apresentar à CPTM propostas em condições iguais ou superiores às da TG São Paulo até o dia 05 de abril.

Anunciada em 2016 pela CPTM, em conjunto com a construtora Brookfield, a estação estava prevista para ser entregue até 2018.

CPTM_joao_dias

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. WILLIAM DE JESUS SANTOS disse:

    Desculpa, mas pra ser “padrão metrô” tem que ser subterraneo

    1. blogpontodeonibus disse:

      Doria se referiu (e isso está no texto) às estações da Companhia, que passarão a ter o “padrão metrô”. Além disso, padrão remete a qualidade. O que se pode colocar em debate é qual o motivo desse padrão não ser estendido a todas as estações, e mais ainda à operação do sistema. Quanto a ser subterrâneo, o Metrô de São Paulo tem vários trechos em superfície, como, p.ex., a Linha 1-Azul (Armênia em diante), e a Linha-Verde (Sumaré).

    2. Leandro disse:

      Pq…
      Metrô e apenas uma empresa.. não um sistema.. subterrâneo ou elevado sao trens porém aqui no Brasil há essa diferença de padrão de empresa para empresa…..

      Metrô , CPTM, Via quatro, Consórcio Mobilidade.. são apenas operadoras de transporte metroferroviário..

    3. Dil disse:

      O Doria é um pilantra. Primeiro ele não tem nada a ver com essa doação, pois a empresa a ofereceu quando ele ainda sonhava em ser prefeito de São Paulo. E segundo, ele fala de deixar as estacest cptm estilo metrô com portas de vidros na plataforma, isso nunca acontecerá, pois quem pega o trem, sabe muito bem que ele não tem lugar certo para parar, a não que ele crie um novo estilo de porta, tipo que vai percorrer toda plataforma procurando o lugar certo de embarque dos passageiros

  2. Enquanto isso a Linha 10 turquesa segue no descaso…

  3. Patricia disse:

    Alguém sabe me falar se um dia sairá o metro até a zona sul Jardim Angela?

  4. Rodrigo Zika! disse:

    Se for pra ser padrão metro, que seja todas as estações, inclusive em periferias, a linha 10 por exemplo têm trechos em bairros afastados, que mal tem muro pra proteger a via, e chega ater ate roubo de cabos, uma piada senhor Dória, não seja igual o seu amiguinho pinóquio, ficar só nas promessas, veremos.

  5. claudio disse:

    o que tem que se dizer é 37 meses pra construir uma estação? isso dá mais de 3 anos. que absurdo!!!! muito tempo ja imaginaram se fosse construir uma linha inteira?

  6. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Ué não vai privatizar ??

    Lembrando que não existe doação sem contra partida.

    Não existe almoço grátis, nem no Bom Prato.

    Att,

    Paulo Gil

  7. Natanael Borges da Costa Filho disse:

    Pergunto tambem quando ficarao prontas as duas estacoes apos o Terminal CPTM Grajau.Pois acredito que tornaria assim menos saturado nas horas de pico.

  8. EDSON PEREIRA DO PRADO disse:

    3 anos para construir uma estação . Em uma linha já existente. Quanta rapidez. Competência nota 10 rs.

Deixe uma resposta