CPTM disponibiliza equipe para auxiliar familiares e amigos das vítimas de massacre em Suzano

Dez pessoas foram mortas, incluindo os atiradores, e outras dez ficaram feridas durante ataque. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Assistentes sociais, psicólogos e um técnico de enfermagem com ambulância estão atendendo no centro da cidade

JESSICA MARQUES

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informou na tarde desta quarta-feira, 13 de março de 2019, que disponibilizou uma equipe para auxiliar familiares e amigos das vítimas do massacre em Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo e Alto Tietê.

Nesta manhã, Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, entraram na escola Raul Brasil, atiraram contra estudantes e funcionários. Dez pessoas foram mortas, incluindo os atiradores, e outras dez ficaram feridas, de acordo com o último balanço divulgado pela Polícia Militar.

Após a tragédia, a CPTM informou, em nota, que os profissionais estão atendendo no espaço Bunkyo Suzano – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, em solidariedade aos familiares e amigos das vítimas.

Confira a nota, na íntegra:

“A CPTM presta condolências aos moradores de Suzano e para colaborar colocou à disposição dos familiares e amigos das vítimas uma equipe de assistentes sociais, psicólogos e um técnico de enfermagem com ambulância. Os profissionais estão atendendo no espaço Bunkyo Suzano – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, que fica na Avenida Armando Salles de Oliveira, 444, Centro – Suzano”.

Em Suzano, a estação da CPTM está localizada na Rua Prudente de Moraes, 473, na região central da cidade, e pertence à Linha 11–Coral.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta