Aracaju pode ter greve de ônibus às vésperas do carnaval

Foto: Sergio Marques

Dia 28 de fevereiro é a data limite dada por motoristas e cobradores para que empresas de ônibus apresentem propostas que atendam aos pedidos de reajuste salarial

ALEXANDRE PELEGI

Aracaju, capital de Sergipe, pode começar o carnaval em meio a uma greve de ônibus.

Essa foi a decisão tomada nesta quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019, em assembleia de motoristas e cobradores realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Aracaju (SINTTRA).

O dia 28 de fevereiro, véspera do carnaval, é o prazo dado pela categoria para que as empresas de ônibus apresentem propostas que atendam aos pedidos de reajuste dos rodoviários.

Valtenes Porto, Secretário Geral do Sinttra, afirmou ao portal Infonet que está havendo um impasse entre os rodoviários e dois sindicatos que representam as empresas: o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado de Sergipe (Transpase).

Em entrevista ao Infonet, Valtenes descreveu o imbróglio: “O Setransp representa as empresas Modelo e Atalaia, e o Transpase representa a Progresso. Nossa proposta é o reajuste de 8%, a contraproposta enviada pelo Setransp é de 2% de reajuste do salário e sem reajuste no ticket alimentação, já o Transpase propõe reajuste de 4% no salário e no ticket alimentação. O grande problema é que somos uma categoria única e não podemos ter reajustes diferentes para os rodoviários”, explica.

O sindicalista afirma que as propostas foram recusadas na assembleia passada, e o prazo até o dia 28 foi dado para que os sindicatos patronais cheguem a uma proposta razoável, que possa ser avaliada pelos rodoviários.

Afirmando não ser interessante para os trabalhadores ter dois sindicatos trazendo problemas para os rodoviários, “já que cada sindicato oferece uma coisa”, Valtenes diz que a categoria já está com indicativo de greve. “Se infelizmente não houver uma proposta que atenda aos interesses de toda a categoria, os rodoviários irão paralisar as atividades na véspera do carnaval, e infelizmente os usuários do transporte serão prejudicados”, disse o sindicalista.

O portal Infonet tentou ouvir os dois sindicatos patronais. O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp) ficou de apurar as informações.

Já o Transpase, por meio da assessoria jurídica da Viação Progresso, informou que a entidade representa as afiliadas Viação Progresso Ltda, Auto Viação Paraiso Ltda e Transporte Tropical Ltda, empresas que não são filiadas ao Setransp. Enquanto o Transpase possui competência estadual e metropolitana, e o sistema de transporte é metropolitano, o grupo optou por ser representado por um sindicato com abrangência Estadual, informou o jurídico da Progresso.  O Setransp possui apenas competência municipal.

Quanto à proposta de reajuste salarial, o sindicato patronal informou que a proposta apresentada aos rodoviários está dentro das possibilidades do sistema, que sofre com queda exponencial no transporte de passageiros.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

1 Trackback / Pingback

  1. Rodoviários de Aracaju fecham acordo com sindicatos patronais e retiram greve da pauta – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: