Tarifa de ônibus sobe em Arujá e Suzano, na região do Alto Tietê

Publicado em: 21 de janeiro de 2019

Em Suzano, transporte público é operado pela Radial Transportes. Foto: Divulgação / Paulino Fernandes.

Valor foram para respectivamente R$ 4,50 e R$ 4,40

JESSICA MARQUES

Os moradores de alguns municípios do Alto Tietê que foram trabalhar nesta segunda-feira, 21 de janeiro de 2019, e utilizaram ônibus municipais, notaram que a tarifa de ônibus ficou mais cara. A passagem passou para R$ 4,50 em Arujá e R$ 4,40 em Suzano no domingo, 20 de janeiro de 2019.

Em Arujá, o aumento foi de 11,11%, passando de R$ 4,05 para R$ 4,50. O percentual está acima da inflação acumulada de 2017 até os dias atuais, período em que o município ficou sem reajuste na tarifa de ônibus.

Segundo informações da Prefeitura, o reajuste teve como base a análise de planilha financeira apresentada pela Viação Arujá, que mostra aumento nos custos e insumos como diesel, renovação da frota e folha de pagamento.

Além disso, a administração municipal ressalta que o novo valor é menor do que o solicitado pela concessionária, que foi de R$ 5,03.

No caso de Suzano, o aumento foi de 7,32%. Em nota, a Radial Transporte informou que o aumento “cobre apenas parte das despesas fixas da empresa, representando uma reposição parcial dos gastos mensais”.

A empresa informou que composição dos valores da tarifa é realizada por custos com mão de obra, combustível e o índice inflacionário, que teriam sofrido alta nos últimos dois anos, período sem mudança na tarifa.

“Dessa forma, o valor da primeira solicitação de reajuste de tarifa da empresa à Prefeitura foi de R$ 5,22. Isso aconteceu, pois, o custo do diesel, insumo importante para o transporte, estava em alta. Com o preço deste combustível em baixa, o valor solicitado passou a ser de R$ 4,99. Os números e valores passados são sempre embasados nos custos dos principais insumos”, informou a Radial Transporte, em nota.

O número de gratuidades nos ônibus também foi citado pela empresa para justificar o reajuste. Um em cada três passageiros nos ônibus municipais de Suzano não paga a passagem, segundo a Radial Transporte. Além disso, no município não há pagamento de subsídios.

“No sistema atual, mesmo não havendo reajuste no ano de 2017, o valor do ISS (imposto sobre serviço) passou de 2% para 3%. Ou seja, a administração pública tributou ainda mais a empresa. Com isso, uma parcela do valor arrecadado com as passagens retorna para os cofres municipais”, justificou a empresa.

Os ônibus da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), no estado de São Paulo, já estão circulando com tarifa mais alta desde domingo, 20 de janeiro de 2019. Os trólebus e coletivos do Corredor Metropolitano ABD foram de R$ 4,30 para R$ 4,80 à meia-noite, por exemplo.

O Corredor ABD liga São Mateus, na zona Leste da capital paulista, ao Jabaquara, na zona sul, em 33 quilômetros, passando por Santo André, Mauá (Terminal Sônia Maria), São Bernardo do Campo e Diadema, e o trecho e de 12 quilômetros entre Diadema e o Brooklin, na zona Sul de São Paulo.

Nesta sexta-feira, 18 de janeiro de 2019, a STM – Secretaria de Transportes Metropolitanos divulgou os valores que variam de acordo cm a extensão e tipo de serviço. Os aumentos médios na Grande São Paulo são de 6,45%, como mostrou em primeira mão o Diário do Transporte.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/01/17/aumentos-de-tarifas-da-emtu-serao-de-645-diz-gestao-doria/

No caso dos aumentos da EMTU, não adianta carregar o Cartão BOM antecipadamente porque com ele o débito é sempre pelo valor da passagem e não por crédito. Desta forma, quem passar o cartão neste domingo pelos validadores dos ônibus intermunicipais, já vai pagar o novo valor, com reajuste.

Além dos ônibus e trólebus do Corredor ABD, também estão com novos valores os ônibus intermunicipais Região Metropolitana de São Paulo, Região Metropolitana da Baixada Santista, Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte e Região Metropolitana de Sorocaba.

CONFIRA OS VALORES POR LINHA, CLICANDO SOBRE OS ARQUIVOS OFICIAIS:

– Região Metropolitana de São Paulo

GRANDE SÃO PAULO

– Região Metropolitana da Baixada Santista

BAIXADA SANTISTA

– Região Metropolitana do Vale do Paraíba

VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

– Região Metropolitana de Sorocaba

SOROCABA E REGIÃO

Veja as tabelas completas na reportagem do Diário do Transporte:

TABELAS COMPLETAS: Aumento das tarifas da EMTU: Confira todos os novos valores a partir do dia 20 de janeiro

GRANDE SÃO PAULO:

Confira os reajustes de tarifa por município da Grande São Paulo:

Itapecerica da Serra: De R$ 3,50 para R$ 3,75 – 13 de janeiro de 2019

São Caetano do Sul: De R$ 4,20 para R$ 4,50 –  13 de janeiro de 2019

Mogi das Cruzes: De R$ 4,10 para R$ 4,50 – 13 de janeiro de 2019

Cajamar: De R$ 4,35 para R$ 4,60 – 13 de janeiro de 2019

Ribeirão Pires: De R$ 4,00 para R$ 4,40 – Vale-Transporte: R$ 4,60 – 13 de janeiro de 2019

Rio Grande da Serra: De R$ 3,80 para R$ 4,20 – 12 de janeiro de 2019

Francisco Morato: De R$ 4,20 para R$ 4,45 – 07 de janeiro de 2019

Franco da Rocha: De R$ 4,35 para R$ 4,60 – 07 de janeiro de 2019

Santo André: De R$ 4,40 para R$ 4,75 e Vale-Transporte de R$ 5,50 para R$ 5,95 – 06 de janeiro de 2019

Caieiras: De R$ 4,35 para R$ 4,60 – 06 de janeiro de 2019

Diadema: De R$ 4,40 para R$ 4,65 – 06 de janeiro de 2019
(Cartão SOU Comum – R$ 4,25 / Dinheiro –  R$ 4,65 / Vale Transporte – R$ 4,88)

Barueri: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 06 de janeiro de 2019

Carapicuíba: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 05 de janeiro de 2019

Osasco: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 01º de janeiro de 2019

São Bernardo do Campo: De R$ 4,40 para R$ 4,75 – 01º de janeiro de 2019

Itapevi:  De R$ 4,35 para R$ 4,50. – 01º de janeiro de 2019

Arujá: de R$ 4,05 para R$ 4,50 – 20 de janeiro de 2018

Suzano: de R$ 4,10 para R$ 4,40 – 20 de janeiro de 2018

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta