Fiscais multam mais de 5 mil veículos por transporte irregular na Bahia em 2018

De janeiro a dezembro de 2018, fiscais da Agerba emitiram 5.597 autuações a veículos irregulares. Foto: Divulgação.

Autuações são feitas pela Agerba (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia)

JESSICA MARQUES

Em 2018, mais de 5 mil veículos foram multados por realizar transporte irregular na Bahia. As autuações são feitas pela Agerba (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia).

De janeiro a dezembro de 2018, fiscais da Agerba emitiram 5.597 autuações a veículos irregulares e 1.292 no sistema regular de transporte rodoviário metropolitano e intermunicipal do estado. As operações de fiscalização acontecem em Salvador, RMS e no interior da Bahia.

“O objetivo das blitze é reduzir o transporte não regulamentado praticado normalmente em carros de passeio e vans sem licenças, documento e seguro, que colocam em risco a vida dos passageiros. Além disso, visa fiscalizar também as empresas prestadoras de serviços, para que atendam aos cidadãos dentro do que determina a lei”, informou a Agerba, em nota.

O Diretor Executivo da Agerba, Eduardo Pessôa, explicou que a fiscalização está atenta tanto ao transporte irregular de passageiros quanto à qualidade do sistema regular.

“A nossa atuação tem por objetivo melhorar a segurança dos passageiros nas estradas. Fiscalizamos não só o transporte irregular, mas também o sistema concedido, para que o serviço oferecido seja seguro e eficaz”, disse, em nota.

A Agerba alerta os passageiros sobre os perigos oferecidos pelos transportes não autorizados e solicita que apontem os problemas das empresas de ônibus que realizam o serviço regular.

“Quando o passageiro denuncia, é possível mapear os locais com maior frequência da prática irregular e os maiores erros das empresas concessionárias. A contribuição através de denúncias e reclamações auxilia no planejamento de ações preventivas, que geram maior eficiência no combate das infrações”, disse o diretor.

As informações podem ser passadas aos fiscais nos postos da agência, ou através da Ouvidoria pelo telefone 0800-071-0080 e e-mail agerba.ouvidoria@agerba.ba.gov.br.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta