Governo federal autoriza atuação da Expresso Jenecheru entre Brasil e Bolívia

Foto: Jovani Cecchin

Com a extinção do Ministério do Transporte, a ANTT foi atrelada ao Ministério da Infraestrutura

ALEXANDRE PELEGI

A Superintendência de Serviços de Transportes de Passageiros, órgão do Governo Federal, publicou nesta terça-feira, 15 de janeiro de 2019, a autorização para a Empresa Expresso Jenecheru prestar serviço regular de transporte rodoviário internacional de passageiros entre o Estado Plurinacional da Bolívia e a República Federativa do Brasil.

A licença, válida até 23 de maio de 2023, refere-se à operação da linha Santa Cruz de La Sierra (Bolívia) – Cuiabá, capital do Mato Grosso, com fronteira em Cáceres (MT) e San Matias (Bolívia).

JENECHERU

ANTT

Por meio do Decreto nº 9.660, que dispõe sobre a vinculação das entidades da administração pública federal indireta, as agências ligadas ao setor de transportes passaram a integrar o organograma do Ministério da Infraestrutura.

A medida foi publicada em edição especial do Diário Oficial da União no dia 2 de janeiro de 2018.

A partir da publicação, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários – ANTAQ, assim como a Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, a Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT deixaram de fazer parte do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, cuja estrutura foi absorvida pelo Ministério da Infraestrutura.

Relembre: Decreto de Bolsonaro vincula ANTT, ANTAQ e DNIT ao Ministério da Infraestrutura

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Eliane maximo disse:

    Olá gostaria de saber se essa empresa jenecheru sai de cuiaba com destino a santacruz? Se sair quais os dias, horário e valor?

Deixe uma resposta