EMTU e SPTrans determinam mais alterações em itinerários de ônibus devido a novo terminal São Paulo-Morumbi da linha 4-Amarela do Metrô

Publicado em: 19 de dezembro de 2018

Linha 396 vai receber passageiros de outras ligações. Foto: Site Mobilidade Cotia (Clique para Ampliar)

Linhas terão extensão reduzida e serão integradas a outra ligação. SPTrans transforma linha até Butantã em circular até São Paulo-Morumbi

ADAMO BAZANI

A EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos determinou mais mudanças em linhas intermunicipais por causa do terminal anexo à estação São Paulo-Morumbi, da linha 4-Amarela do metrô, cuja promessa inicial era de inauguração na primeira quinzena de dezembro.

A expectativa agora é de que a abertura do espaço ocorra nesta segunda quinzena.

De acordo com a resolução 93 da STM – Secretaria de Transportes Metropolitanos, duas linhas que hoje vão até Butantã serão cortadas e irão apenas até o novo terminal: 334 e 543.

Assim, a 334, que hoje é Cotia (Jardim do Engenho) / São Paulo (Metrô Butantã) passará a ser Cotia (Jardim do Engenho) – São Paulo (Metrô Morumbi) via Cotia (Jardim Barbacena). Já a 543, que hoje é Cotia (Jardim Santa Isabel) / São Paulo (Metrô Butantã) será Cotia (Jardim Santa Isabel) – São Paulo (Metrô Morumbi).

O seccionamento destas linhas já tinha sido previsto em uma portaria da STM no mês passado, mas foi criada uma possibilidade de integração.

O passageiro que precisar seguir viagem terá duas opções. Descer no novo terminal e seguir com o metrô na linha 4-Amarela ou com outro ônibus do sistema EMTU.

Para isso, a gerenciadora estadual vai criar integração tarifária da 334 e 543 com a linha 396 Cotia (Terminal Metropolitano de Cotia) – São Paulo (Pinheiros).

A tarifa da linha 334 é de R$ 4,30 e da linha 543 é de R$ 4,50. Já a passagem da linha 396 é de R$ 5,90.

Somente com o uso do cartão BOM, será possível fazer a integração tarifária. Os passageiros das linhas 334 e 543 pagam o valor normal de cada uma delas. Para seguir viagem, os usuários devem descer nos trechos onde a 334 e a 543 se encontram com a 396.

Ao embarcar no ônibus da 396, o passageiro vai pagar com o cartão BOM somente a diferença entre tarifas, não sendo necessário pagar duas passagens inteiras.

CANCELAMENTO E CRIAÇÃO:

Além desta alteração por causa do terminal São Paulo-Morumbi, a STM autorizou o cancelamento do serviço complementar (bifurcação) 492BI1 Osasco (Recanto das Rosas) – São Paulo (Metrô Butantã).

Para quem vem de Osasco, será criada uma linha direta somente até o novo terminal: 823 – Osasco (Recanto das Rosas) – São Paulo (Metrô Morumbi) via São Paulo (Rodovia Raposo Tavares).

LINHAS MUNICIPAIS:

A SPTrans – São Paulo Transporte vai também alterar linhas municipais.

A 8073-10 Jd. Guaraú – Butantã (Circular) vai se transformar em 8073-10 Jd. Guaraú – Metrô Morumbi (Circular).

A mudança ocorre a partir deste sábado, 22 de dezembro de 2018.

O itinerário novo será: Sentido único: normal até a Av. Eliseu de Almeida, Av. Dep. Jacob Salvador Zveibil, acesso, Av. Prof. Francisco Morato, R. Dr. Maurílio Vergueiro Porto, R. Lício Marcondes do Amaral, Av. Jorge João Saad, Av. Dep. Jacob Salvador Zveibil, Av. Eliseu de Almeida, Av. Min. Laudo Ferreira de Camargo, prosseguindo normal.

Ainda de acordo com a gestora dos ônibus municipais, passageiros com destino à região do Metrô Butantã poderão utilizar, a partir da Av. Eliseu de Almeida, as linhas 8026-10 Jd. Ingá – Butantã, 8072-10 Pq. Ipê – Butantã, 7013-10 Pq. Arariba – Pinheiros ou 809L-10 Campo Limpo – Lapa. A integração gratuita pode ser feita com o Bilhete Único.

Como havia mostrado o Diário do Transporte, a SPTrans já havia criado a linha 8028-10 Paraisópolis – Estação Morumbi (Circular), com ponto inicial na Rua Antonio Ferreira de Castilho, s/nº, com funcionamento de segunda a sábado das 5h às 23h e, aos domingos e feriados, das 5h30 às 22h30.

O itinerário és sentido único: R. Antonio Ferreira de Castilho, Av. Hebe Camargo, R. Viriato Correia, R. Dr. Flávio Américo Maurano, Pça. Comunidade Da Vila Arouca, Av. Morumbi, R. Dep. Euvaldo Lodi, R. Dr. Mário Freire, R. Eduardo Saigh Filho, R. Artur De Souza Marques, R. Min. Nelson Hungria, Av. Duquesa de Goiás, R. Br. do Iguatemi, R. Br. do Melgaço, R. Adalivia de Toledo, R. Margarida Galvão, R. Av. Joaquim Candido De Azevedo Marques, Pça. Do Crepúsculo, Av. Morumbi, R. Pe. Lebret, Av. Jules Rimet, Pça. Roberto Gomes Pedrosa, Av. Jorge João Saad, Av. Dep. Jacob Salvador Zveibil, Av. Eliseu De Almeida, Retorno, Av. Dep. Jacob Salvador Zveibil, Av. Jorge João Saad, Pça. Roberto Gomes Pedrosa, Av. Jules Rimet, R. Pe. Lebret, Av. Morumbi, Pça. Do Crepúsculo, Av. Joaquim Candido De Azevedo Marques, R. Margarida Galvão, R. Adalivia De Toledo, Av. Br. De Monte Mor, R. Dauro Cavallaro, Av. Duquesa de Goiás, R. Min. Nelson Hungria, R. Dep. Euvaldo Lodi, R. Dr. Mário Freire, Av. Morumbi, Pça. Comunidade Da Vila Arouca, R. Dr. Flávio Américo Maurano, R. Da. Mariquita Julião, R. Sen. Otávio Mangabeira, R. Br. De Casa Branca, R. Gen. João Pereira De Oliveira, Av. Hebe Camargo, R. José Pedro De Carvalho Lima, R. Antônio Ferreira De Castilho.

MUDANÇAS JÁ APROVADAS:

A Coordenadoria de Transporte Coletivo, da Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos, já havia definido no mês passado as primeiras linhas de ônibus intermunicipais que passarão a parar no terminal ao lado da Estação São Paulo-Morumbi, da linha 4-Amarela do Metrô, como mostrou o Diário do Transporte.

– 036TRO: Vargem Grande Paulista (Jardim São Marcos) – São Paulo (Metrô Butantã) passará a ser Vargem Grande Paulista (Jardim São Marcos) – São Paulo (Metrô Morumbi).

Também vão parar no Terminal Morumbi o serviço complementar derivado desta linha:

036BI1: Embu das Artes (Jardim Tomé) via Cotia (Rodovia Raposo Tavares).

– 297TRO: Cotia (Caucaia do Alto) – São Paulo (Metrô Butantã), via Vargem Grande Paulista (Tijuco Preto) passará a 297TRO Cotia (Caucaia do Alto) – São Paulo (Metrô Morumbi), via Vargem Grande Paulista (Tijuco Preto).

-334TRO: Cotia (Jardim do Engenho) – São Paulo (Metrô Butantã), via Cotia (Jardim Barbacena) passará a ser -334TRO Cotia (Jardim do Engenho) – São Paulo (Metrô Morumbi), via Cotia (Jardim Barbacena).

– 543TRO: Cotia (Jardim Santa Isabel) – São Paulo (Metrô Butantã) passará a ser – 543TRO Cotia (Jardim Santa Isabel) – São Paulo (Metrô Morumbi).

Durante a abertura da estação, no dia 27 de outubro, o secretário de transportes metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, disse que 12 linhas da EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos que hoje vão até o Metrô Butantã vão ser cortadas no terminal do Morumbi. O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, e o secretário municipal de mobilidade e transportes, João Octaviano Machado Neto, disseram que ainda há estudos para cortes também das linhas da SPTrans – São Paulo Transporte. Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/10/27/linhas-de-onibus-municipais-e-metropolitanas-serao-alteradas-com-nova-estacao-sao-paulo-morumbi-inaugurada-neste-sabado/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Carlos Lacava disse:

    Pego quase diariamente a linha 809P da SPTrans, que vai do Campo LImpo até o Terminal Pinheiros. Até a inauguração da estação Morumbi do Metrô não havia problema em seguir sempre com o mesmo ônibus até Pinheiros. Desde a inauguração que não consigo mais entrar no 809P na Francisco Morato, porque estão sempre lotados (creio que diminuiram o número de ônibus). Então pego qualquer ônibus e desço no ponto do Metrô Morumbi, para então pegar o 809P, que esvazia nesse ponto. Ou seja, se criou uma baldeação desnecessária, com prejuízo para mim e para a fluidez do sistema.
    Uso como exemplo para ilustrar o que provavelmente vai acontecer com os ônibus da EMTU, que passam lotados no horário de pico. Pessoas descendo no ponto do Morumbi para pegar outro ônibus (migrar para o Metrô envolve custo adicional). Consequência: usuários demorando mais para se deslocar de ônibus, seja pela troca de ônibus, seja pela fila de ônibus no corredor que se formou próximo ao terminal do Metrô.
    Acho que seria importante estudar bastante essa integração ônibus-metrô e estar atento ao que está ocorrendo na prática, porque o que deveria facilitar o deslocamento pode acabar por dificultar.

  2. Daniel Batista dos Santos disse:

    Só não entendo o porquê da EMTU trazer para o Metrô Morumbi as linhas que vem de Osasco, Cotia e Vargem Grande Paulista, e não as linhas que vem de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra. Não faz sentido esta alteração.

  3. Rogerio Belda disse:

    Concordo plenamente: Deve ser estudado bastante porque é uma experiência nova
    que conta somente com meio – século de experiência. Rogerio Belda

Deixe uma resposta