Alerta de assalto da frota de ônibus de Santos já está em funcionamento

Foto: Isabela Carrari (Prefeitura de Santos)

Dispositivo começou a operar nesta sexta-feira, após dois adiamentos

ALEXANDRE PELEGI

Os ônibus do serviço de transporte coletivo municipal de Santos circulam desde esta sexta-feira, dia 14 de dezembro de 2018, equipados com dispositivo que alerta sobre eventual assalto em andamento.

A mensagem “Socorro Assalto” pode ser visualizada no letreiro do veículo, e quem está na rua pode assim acionar o policiamento.

A prefeitura de Santos informa que os motoristas da Viação Piracicabana já receberam orientações da atual permissionária do serviço quanto ao funcionamento do novo sistema.

A implantação da ferramenta cumpre a Lei 3.420, de 21 de março passado, cujo objetivo é prevenir furtos, roubos, vandalismo, depredação, violência e outros que comprometam a segurança dos usuários e funcionários.

A frota municipal já dispõe, também, de câmeras internas de monitoramento, que visam aumentar as condições de segurança dos passageiros.

A lei municipal foi sancionada pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa, e previa que o alerta de assalto deveria começar a funcionar partir de 21 de setembro. A implantação foi adiada para 1º de novembro, pois segundo a administração municipal apenas metade da frota possuía o dispositivo.

O funcionamento do alerta começou somente ontem após a prefeitura atender a um pedido da Piracicabana, para que novos ônibus que haviam sido incorporados à frota em outubro pudessem receber a adequação do equipamento eletrônico.

Trata-se de 27 novos ônibus com ar-condicionado que passaram a rodar, elevando de 63% para 75,8% o índice de veículos climatizados da frota operacional, que totaliza 273 carros. Com isso, Santos passa a contar com um dos maiores índices de coletivos refrigerados do país.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta