Sorocaba anuncia novidades no sistema de bilhetagem eletrônica com QR Code e biometria facial

Ônibus em Sorocaba. Prefeitura promete mais segurança contra fraudes que encarecem custos do sistema. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte)/Clique para ampliar.

Recarga poderá ser feita pelo aplicativo de celular Cittamobi, da Cittati

ADAMO BAZANI

A cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo, anunciou neste sábado, 24 de novembro de 2018, que o sistema de bilhetagem eletrônica das linhas de ônibus municipais passará a contar com a possibilidade de pagamento de passagem e recarga pelo celular por intermédio do aplicativo Cittamobi, da empresa de tecnologia Cittati.

O “passe social” deixa de ser vendido e no lugar passa a ser comercializado o bilhete com QR Code (código bidimensional) vendido nos terminais de ônibus e nas unidades da “Casa do Cidadão” A passagem também pode ser comprada pelo celular e o código baixado no aparelho.

Com o celular ou tíquete impresso, o passageiro aproxima o código do leitor eletrônico que fica no validador da catraca.

Após o uso, o código não vale mais e o papel deve ser descartado ou a imagem apagada do celular.

A bilhetagem também passa a contar com sistema de biometria facial para pessoas com descontos ou gratuidades totais no valor da passagem, como idosos e estudantes.

Toda a vez que um passageiro com estes benefícios passar pelas catracas dos ônibus vai ter o rosto fotografado várias vezes. A imagem será comparada eletronicamente com o banco de dados da Urbes, empresa gerenciadora dos transportes.

Caso seja detectada a possibilidade de fraude pelos computadores, a imagem passa por uma conferência manual e, se constatada, o cartão é bloqueado até o esclarecimento por parte do passageiro.

As fraudes, segundo a Ubes, acabam encarecendo o custo dos transportes, o que impacta no valor das tarifas.

O novo sistema já está em vigor e gradativamente substitui a bilhetagem antiga.

O valor da tarifa continua em R$ 4,20 mesmo com as mudanças.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: