Sistema de Rio Branco recebe ônibus articulado que operaria na capital paulista

Publicado em: 26 de outubro de 2018

O ônibus é um modelo de carroceria Caio Millennium BRT articulado e chassi Volvo B360S, de 21 metros (20,75 m) e piso baixo. Foto: Divulgação.

Veículo foi adquirido pela empresa Auto Viação Floresta por R$ 300 mil, segundo Prefeitura

JESSICA MARQUES

O sistema de transporte público de Rio Branco, no Acre, recebeu nesta quinta-feira, 25 de outubro de 2018, um ônibus articulado que operaria na capital paulista. O veículo foi adquirido pela empresa Auto Viação Floresta por R$ 300 mil, segundo informações da Prefeitura.

O ônibus é um modelo de carroceria Caio Millennium BRT articulado e chassi Volvo B360S, de 21 metros (20,75 m) e piso baixo. O ano do veículo é 2014/2015.

Apesar de ter passado por testes na Viação Santa Brígida, o ônibus não foi aprovado pela SPTrans (São Paulo Transporte) para o sistema de transporte coletivo de São Paulo, devido às configurações.

fb83492ccd979f7d2b6cfa059f30dc36

Ônibus articulado, que hoje opera em Rio Branco, com a pintura da SPTrans e prefixo 1 1997

O veículo, segundo informações da Prefeitura de Rio Branco, possui ar-condicionado, tem capacidade média para 200 passageiros por viagem e vai fazer a linha 103/ Santa Maria.

Interior do ônibus articulado que vai operar no bairro Santa Maria. Foto: Divulgação.

Já existe um ônibus articulado que hoje circula no bairro Santa Maria. Com a nova compra, o coletivo passará a fazer a linha 203/Alto Alegre.

“Esse é o primeiro de muitos que virão. Aguardamos que as empresas cumpram o que está pactuado, que é renovação de 10% da frota de ônibus de Rio Branco até o final de ano. Esse é um dos nossos objetivos”, disse a prefeita de Rio Branco Socorro Neri.

Durante o ato de entrega do ônibus ao sistema de transportes de Rio Branco, o superintendente da RBTrans (Superintendência de Transportes e Trânsito), Gabriel Forneck, informou sobre investimentos feitos e como atualmente funciona o sistema transportes de Rio Branco.

“As ações incluem cursos de atualização profissional para os motoristas, obras de melhorias no Terminal Central e investimentos no sistema de bilhetagem eletrônica, o que permite dar mais agilidade ao serviço e segurança aos usuários, uma vez que evita circulação de dinheiro. Atualmente, 75% dos usuários do transporte público de Rio Branco já utilizam a bilhetagem eletrônica, a meta é alcançar 100%. A iniciativa de operar com ônibus maiores, mais confortáveis, está prevista no plano de melhoria e modernização do sistema”, informou a Prefeitura, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Comentários

  1. Sandro R dos Santos disse:

    Enquanto isso em Campinas, ainda existem ônibus de duas portas somente com configuração convencional fazendo linhas de alta demanda.

    Já passou da hora de Campinas exigir renovação de carros coletivos no transporte público, quem sabe após a entrega do BRT não tenhamos este problema resolvido.

  2. Rodrigo Zika! disse:

    Eu lembro quando ficou em teste aqui em SP, mais será mesmo que foi reprovado pela configuração, ou por não ser do lobby da Caio/Mercedes? Isso ai tem dedo do Ruas e da SPteca, ai ai.

    1. IVAN disse:

      CPS só vai receber ônibus melhores qdo se livrar da rápido luxo campinas. Veja só o exemplo de Valinhos e Indaiatuba.

  3. Marcelo disse:

    A SP Trans só aprova modelos agora da Caio e da Mercedes, por que será né ?

  4. Muito estranho mesmo, como as outras montadoras conseguem passar por vistorias do governo e só na SPTrans não são aprovados…

Deixe uma resposta