Secretário e governador fazem vistoria nesta manhã na estação São Paulo-Morumbi da Linha 4, que será entregue neste sábado, 27

Publicado em: 26 de outubro de 2018

Foto: Diário da CPTM – Clique para ampliar

Estimativa é que operações sejam inicialmente das 10h às 15h por duas semanas, já com cobrança de tarifas. Terminal de ônibus ficará pronto na primeira quinzena de dezembro

ADAMO BAZANI

O secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Clodoaldo Pelissioni, esteve na manhã desta sexta-feira, 26 de outubro de 2018, fazendo vistorias na estação São Paulo – Morumbi, da Linha 4 – Amarela do Metrô, que deve se entregue neste sábado, 27, às 10h, um dia antes das eleições.

A estação é a penúltima que falta para a linha ser concluída.

A estimativa é que as operações comecem de forma parcial, com funcionamento das 10h às 15h, por aproximadamente duas semanas, já com cobrança de tarifas.

A linha é operada pela empresa ViaQuatro, da CCR, da Ruas Invest, ligada a empresas de ônibus da cidade de São Paulo e da Mitsui

Toda a linha deveria ter sido entregue em 2014.

O governador Marcio França, candidato nas eleições estaduais, esteve no local também, mas o evento não consistiu em cerimônia.

Entrada da estação que vai ser aberta ao público neste sábado, 27 – Foto: Diário da CPTM – Clique para ampliar

A estação terá ao lado um terminal de ônibus, cuja previsão de entrega é a primeira quinzena de dezembro.

Além da população que usa diariamente os serviços de transportes, a estação deve atender ao público de jogos e apresentações artísticas que vão ao Estádio do Morumbi.

Já a estação Vila Sônia, segundo o secretário em entrevista no local, que deve concluir a linha, está prevista para o primeiro semestre de 2020.

A estação São Paulo-Morumbi fica a 27,7 metros de profundidade e tem 13,2 mil metros quadrados.

São cinco pavimentos interligados por 11 escadas fixas, 13 escadas rolantes e quatro elevadores.

A exemplo de outras estações da linha 4-Amarela, a estação já conta com as portas de plataforma, que isolam os passageiros dos trilhos.

A entrada principal fica na Avenida Professor Francisco Morato esquina com a Avenida Deputado Jacob Zveibil, que dará acesso ao terminal de ônibus.

A outra entrada será na esquina com a Avenida Jorge João Saad, a 1,5 km de distância do estádio do Morumbi.

Com a abertura da estação, a linha 4 terá 2,4 km a mais, totalizando 11,3 km com 10 estações.

Quando pronta, com a estação Vila Sônia, a linha 4 terá ao todo 12,8 km de extensão, com capacidade para 893 mil passageiros por dia.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Ligeiro disse:

    Que bom.

    Não duvido que a SPTrans, assim que a ViaQuatro concluir as operações de teste e o terminal, novamente readeque as linhas de ônibus. Suspeito até que possa ser que algumas linhas ao invés de terminarem no Butantã, terminem aí, dado que o Butantã está sobrecarregado.

  2. Diego Burgos disse:

    Agora rezar para sair uma linha de onibus para caucaia do alto a cada 30 min. dessa estação e tbm para o Rio Pequeno.

  3. Rodrigo Zika! disse:

    Márcio França não vá usar na propaganda inaugurações de estações, são apenas vestígios que o Pinóquio deixou, antes de sair do cargo, pra concorrer a presidência, fracassando literalmente, a gestão das promessas adiadas diversas vezes, piada.

Deixe uma resposta