FlixBus, ‘Uber de ônibus’, chega a Nova York em 2019

A presença da empresa nos Estados Unidos teve início neste ano. Foto: Divulgação.

Empresa atua na Europa e em algumas regiões dos Estados Unidos

JESSICA MARQUES

A FlixBus, uma startup alemã conhecida por ser uma espécie de “Uber de ônibus” na Europa, vai se expandir para Nova York em 2019. A presença da empresa nos Estados Unidos teve início neste ano.

Atualmente, a FlixBus atua conectando campi universitários da Califórnia a destinos como Las Vegas e Disney. Além de Nova York, a empresa com sede em Munique  também prevê iniciar rotas para o Texas no ano que vem.

A expansão não para. Em seguida, a intenção da empresa é atuar em Chicago, Flórida e no Noroeste do Pacífico. O plano é que os ônibus cruzem os Estados Unidos para concorrer com a Greyhound Lines, uma empresa de transportes terrestres.

“Nosso objetivo agora é replicar em todo o país o sucesso que tivemos na Costa Oeste”, disse o CEO André Schwaemmlein em entrevista à mídia internacional. “Tenho 50 concorrentes na Europa e 10 deles são estatais com recursos ilimitados. A concorrência não é algo que nos dê medo.”

A Flix começou com poucas rotas na Baviera há cinco anos, quando a Alemanha abriu as viagens de ônibus intermunicipais. Na época, a empresa ganhou força na Europa, atendendo a 2.000 destinos em 28 países.

A rápida expansão da empresa, que inclui serviços de trem na Alemanha, foi facilitada por não possuir nem operar ônibus.

Da mesma forma que a Uber Technologies, a Flix contrata os serviços que oferece. As empresas de ônibus é que são responsáveis por cuidar dos veículos e contratar os motoristas.

Com isso, os empresários faturam aproximadamente 70% da receita das passagens. Com a outra fatia do faturamento, a Flix cuida das vendas, do agendamento, atendimento ao cliente e marketing.

Com isso, empresas tradicionais estão decidindo aderir ao sistema.

No Brasil, uma startup, a Buser, oferece viagens intermunicipais de ônibus com semelhanças aos aplicativos como Uber, Cabify e 99.

Leia mais sobre a iniciativa: Buser Bus: O aplicativo para viagens de ônibus no Brasil como se fosse Uber

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: