Fábrica da BYD diminui desemprego em cidade da Califórnia (EUA)

Fábrica da BYD em Lancaster (CA/ EUA) Foto: Ding Gang/Global Times

Fabricante chinesa investiu mais US$ 5 milhões em um depósito de 9.300 m² para liberar espaço em sua fábrica de ônibus elétricos em Lancaster, na Califórnia

ALEXANDRE PELEGI

A taxa de desemprego da cidade de Lancaster, na Califórnia, caiu de 24% para 4% desde o início da construção de uma planta da fabricante chinesa de veículos elétricos BYD, em 2013. A informação é do prefeito de Lancaster, R. Rex Parris, em declaração ao jornal Global Times, especializado em notícias da China.

Parris fez as declarações durante a visita de uma delegação da mídia chinesa à cidade no início de outubro. Segundo o prefeito, a BYD se tornou um modelo, e sua chegada gerou mais investimentos na cidade.

A fábrica da BYD em Lancaster, concluída em 2017, é a maior fábrica de ônibus elétricos da América do Norte. Isso ajudou a BYD a obter tecnologia de ponta, participação de mercado e vendas no setor de fabricação de ônibus elétricos na região. A fábrica criou quase 1.000 empregos na cidade, que tem cerca de 160 mil habitantes.

Com uma produção anual de 1.500 ônibus elétricos, a fábrica vende seus produtos para uma ampla gama de clientes em mais de 30 estados, incluindo a Universidade de Stanford e o Facebook.

Lancaster é o local onde fábricas de renomadas empresas estão instaladas, como a Boeing e a Space X.

NOVOS INVESTIMENTOS

Além da fábrica, instalada desde 2017, a fabricante chinesa investiu mais US$5 milhões em um depósito de 9.300 m². O armazém foi construído para liberar espaço na fábrica de ônibus elétricos em Lancaster. Esta é a quarta expansão da empresa em Lancaster, o que eleva o investimento total na cidade americana para mais de US$ 53 milhões.

O novo prédio armazena atualmente cerca de 15.000 peças diferentes, e vai agilizar ainda mais o manuseio de materiais e suprimentos na fábrica de 41.800 metros quadrados.

A nova instalação está recebendo, em média, 12 entregas por dia, equivalendo a 50 contêineres, segundo informa a BYD. As baterias para os ônibus são trazidas da BYD Energy, localizada perto da fábrica de ônibus, e armazenadas em uma unidade dedicada.

Até o momento a BYD entregou 270 ônibus elétricos na América do Norte, e tem mais 80 em fase de produção, além de 300 pedidos com opções que poderão dobrar esse número. A empresa tem capacidade para produzir até 1.500 ônibus elétricos a bateria por ano.

De olho na expansão do mercado nos Estados Unidos, a fabricante chinesa comprou terras adicionais perto da fábrica de Lancaster, visando a construção de centros de serviço e manutenção no país.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: